Niterói por niterói

Publicado

Primeiras doses da vacina contra Covid para crianças previstas para chegarem em Niterói, no sábado (15)

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
A vacinação para crianças entre 5 e 11 anos está prevista para começar na segunda-feira, 17 de janeiro, na cidade
Image 2022-01-14 at 10.55.44
O Estado do Rio de Janeiro recebeu 93.500 doses da vacina Pfizer de uso pediátrico nesta sexta-feira (14). Foto: Divulgação/ Secretaria Estadual de Saúde

O primeiro lote das vacinas contra Covid-19 para crianças entre 5 e 11 anos, destinado a Niterói, está previsto para ser recebido, pelas autoridades municipais, neste sábado (15). A se concretizar a entrega, a previsão da prefeitura é iniciar a vacinação infantil, na cidade, na próxima segunda-feira, 17 de janeiro. Ainda não foi informado o total de doses a serem destinadas a Niterói.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) do Rio de Janeiro informou que recebeu, na manhã desta sexta-feira (14), 93.500 doses da vacina Pfizer de uso pediátrico. De acordo com o comunicado, municípios das regiões Metropolitanas I e II (do qual Niterói faz parte) deverão fazer a retirada dos seus respectivos imunizantes, no sábado (15), na Coordenação Geral de Armazenagem (CGA) da (SES), que fica em Niterói, mesmo. Para as demais regiões do estado, as vacinas serão entregues, no mesmo dia, por aeronaves, vans e caminhões.

A primeira remessa do imunizante da Pfizer destinada à vacinação infantil chegou nesta quinta-feira (13) ao Brasil. Do total de 1,2 milhão de doses, 7,49% foram destinadas ao Estado do Rio de Janeiro. A expectativa do Ministério da Saúde é que Pfizer antecipe para o próximo domingo (16) a entrega de mais 1,2 milhão de doses da vacina pediátrica contra a Covid-19, que integram a segunda remessa do imunizante dentre as três remessas previstas para serem enviadas ao Brasil.

A meta é vacinar cerca de 1,5 milhão de crianças de 5 a 11 anos em todo estado, sendo mais de 35 mil, em Niterói. De acordo com a prefeitura, a expectativa é concluir a vacinação das crianças com morbidade em 5 dias e das demais em 3 semanas.

Recomendações

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou uma série de recomendações sobre a vacinação infantil. A agência sugere que a imunização ocorra em sala separada da de adultos e que a vacina não seja administrada no mesmo período de outras do calendário. Por precaução, é recomendado intervalo de 15 dias.

A Anvisa também recomenda que seja evitada a vacinação de crianças no esquema drive-thru (dentro do carro); que elas fiquem em observação no local por 20 minutos após receber a dose; e que os profissionais de saúde informem os pais sobre possíveis efeitos adversos do imunizante, como dor, inchaço no local da aplicação e febre.

Em 16 de dezembro de 2021, foi aprovado pela Anvisa a administração da vacina Pfizer contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos. Esse é o único imunobiológico autorizado no Brasil para vacinação de pessoas a partir de 12 anos. Mais de 39 países vacinam crianças contra a Covid-19 e, só nos EUA, mais de 5 milhões de crianças já foram vacinadas. Além disso, a OPAS/OMS já ratificou a importância do Brasil iniciar o quanto antes a vacinação das crianças a partir de 5 anos. Segundo o Ministério da Saúde, o imunizante para essa população chega ao país na segunda quinzena de janeiro.

Em nota técnica, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) explicou que as crianças também adoecem por Covid-19, são veículos de transmissão do vírus e podem desenvolver formas graves e até evoluírem para o óbito. De acordo com a Fiocruz, a vacinação de crianças vai reduzir formas graves e óbitos pela doença nessa faixa etária, além de colaborar com a redução das transmissões e ser uma das mais importantes estratégias para o retorno e manutenção segura das atividades escolares presenciais.

Coronavac para crianças

O Instituto Butantan segue na pesquisa da produção da vacina CoronaVac para crianças. No último dia 10 de janeiro, a Anvisa recebeu novos dados que havia solicitado ao Instituto. Dizem respeito à apresentação de informações relativas a uma pesquisa conduzida pelo Ministério da Saúde chileno, que buscou avaliar dados de efetividade do uso (dados de vida real) da vacina CoronaVac para crianças. Também foram solicitados pela Agência ajustes no Plano de Gerenciamento de Riscos (PGR) da vacina.

Por se tratar de uma solicitação de autorização de uso emergencial, a decisão é tomada pela Diretoria Colegiada, com base em subsídios apresentados pela Gerência-Geral de Medicamentos e Produtos Biológicos (GGMED) e pela Gerência de Farmacovigilância (GFARM). Cada diretor elaborará seu voto e, caso haja maioria simples para a aprovação, o uso emergencial será concedido.

Leia mais: Prefeitura adia o desfile de escolas de samba de Niterói

Calendário de vacinação previsto para Niterói:

Crianças com morbidades

17/01 – 11 anos

18/01 – a partir de 10 anos

19/01 – a partir de 9 e 8 anos

20/01 – a partir de 7 e 6 anos

21/01 – a partir de 05 anos

Demais Crianças

24 e 25/01 – a partir de 11 anos

26 e 27/01 – a partir de 10 anos

28 e 31/01 – a partir de 9 anos

01 e 02/02 – a partir de 8 anos

03 e 04/02 – a partir de 7 anos

07 e 08/02 – a partir de 6 anos

09 e 10/02 – a partir de 5 anos

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email