Niterói por niterói

Publicado

‘Quita Niterói’: consumidores têm até sexta-feira (11) para renegociar dívidas

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com

COMPARTILHE

Em paralelo com o programa “Renegocia”, iniciativa da prefeitura é aberta também a moradores de municípios vizinhos
dívidas
A expectativa da Prefeitura é ultrapassar 70% dos casos resolvidos. Foto: arquivo

Em paralelo ao programa “Renegocia”, a Secretaria de Defesa do Consumidor de Niterói promove o “Quita Niterói”. A partir desta segunda-feira (7), até a próxima sexta (11), consumidores terão mais uma oportunidade para renegociar dívidas.

Leia mais: O Centro de Niterói em debate: entre o abandono e a construção de novos prédios

As empresas participantes vão oferecer descontos e condições especiais, não apenas para os moradores de Niterói, mas também para consumidores de outros municípios próximos. A expectativa é conseguir ultrapassar 70% dos casos resolvidos.

– Muitas pessoas acumularam dívidas no país e queremos ajudar os consumidores a organizarem suas finanças. No último feirão, tivemos quase 70% de êxito nas negociações e esperamos poder atender ainda mais gente – informou o secretário municipal de Defesa do Consumidor, Roberto Teixeira.

O “Quita Niterói” acontece das 10h às 16h, na sede do Procon de Niterói, que fica na Rua Luiz Leopoldo Fernandes Pinheiro, 481, no Centro. Para realizar a negociação, é preciso apresentar um documento de identidade com foto, CPF e comprovantes de contas em aberto para agilizar o atendimento.

Na última sexta-feira (4), o Renegocia estadual, que tem à frente o Procon-RJ, encerrou a primeira fase de atendimentos com renegociação de dívidas junto às concessionárias de serviços essenciais de gás, luz e água. O programa segue, agora, com a participação das empresas de telecomunicação. Essa segunda fase também vai até o próximo dia 11. O atendimento será feito de segunda à sexta, na Avenida Rio Branco, 25, 5⁰ andar, no Centro do Rio, com distribuição de senhas de 10h às 14h.

O Renegocia é um mutirão nacional de negociações de dívida que está sendo feito com os Procons estaduais. Faz parte de uma iniciativa do governo federal que também lançou o Desenrola.

COMPARTILHE