Niterói por niterói

Publicado

Professores da rede municipal de Niterói farão paralisação na volta às aulas

Por Sônia Apolinário
| aseguirniteroi@gmail.com
Greve de 24h, no dia 1 de agosto, foi convocada pelo Sepe-Niterói no mesmo dia em que a Prefeitura reajustou a tarifa dos ônibus
rede municipal de ensino de niterói
Professores farão assembleia para decidir se entram em greve geral. Foto: arquivo

A volta às aulas da rede municipal de ensino de Niterói será com paralisação dos servidores do segmento. A convocação do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do RJ – Núcleo Niterói (Sepe-Niterói) para uma greve de 24 horas, no dia 1 de agosto, foi feita nesta sexta-feira (29), mesmo dia em que a prefeitura anunciou um reajuste das tarifas de ônibus.

Para a educação, o dissídio oferecido foi de foi 8%, enquanto a categoria reivindica reajuste pelo  Piso Salarial Nacional da Educação (PSPN) que é de 28%. As tarifas dos ônibus foram reajustadas em 9,88%.

Leia mais: Niterói aplica 4ª dose da vacina contra a Covid em pessoas acima de 30 anos

Na segunda-feira (1) está prevista a realização de uma assembleia, a partir das 8h30, na Escola de Enfermagem da Universidade Federal Fluminense (UFF), no Centro, quando a categodecide se entra ou não em greve geral. De lá, os servidores da educação seguirão em passeata até a prefeitura.

No último dia 12 de julho, professores da rede municipal de Niterói promoveram uma paralisação de 24h para reivindicar reajuste salarial pelo Piso Nacional da Educação. Também denunciaram a falta de estrutura, principalmente, nas Unidades Municipais de Ensino Infantil (UMEI) da cidade.

 

COMPARTILHE