Niterói por niterói

Publicado

Procura por testes de Covid em farmácias de Niterói dispara

Por Livia Figueiredo
| aseguirniteroi@gmail.com
Moradores relatam dificuldade para marcação de exames e pouca disponibilidade de testes em farmácias
Raia Icaraí
Drogaria Raia, da Álvares de Azevedo, só tem data para teste de Covid disponível para esta sexta-feira (7). Foto: Livia Figueiredo

A redução de postos de testagem em Niterói e as festas de final de ano, somadas ao avanço de variantes da Covid como a Delta e a Ômicron, têm contribuído para o aumento da procura por testes rápidos, em farmácias e laboratórios na cidade.  O A Seguir: Niterói esteve em seis de algumas das principais farmácias da cidade, nesta segunda-feira (3), e apenas duas estavam realizando o teste de Covid. O cenário, para quem apresenta sintomas e tem pressa, não é animador.

Leia mais: Moradores relatam falta de kits para exame de Covid nas farmácias, em Niterói

Nenhuma, porém, tinha horário disponível – nem hoje, nem amanhã.  A drogaria Raia, na Rua Álvares de Azevedo, em Icaraí, por exemplo, só tinha horário vago para teste de Covid na sexta-feira, 7 de janeiro. A procura, segundo uma das atendentes, tem sido mais alta que o normal. Na unidade, o teste Swab nasal é realizado apenas com agendamento. Nas filiais da Raia de São Francisco e em Pendotiba, há possibilidade de encaixe. A atendente afirma que é nítido o aumento por procura de teste, nos últimos dias. Ela acredita que as infecções tenham relação com os encontros festivos de fim de ano.

40 testes por dia

Na Venâncio, o cenário não é muito diferente. Em Icaraí, apenas uma unidade da rede oferece testagem, no caso, a da Rua Paulo César. Nela, só há horário vago também na próxima sexta-feira (7). Segundo uma das atendentes, cerca de 40 testes por dia são realizados no local. Todos com agendamento. A técnica utilizada também é o antígeno nasal. O resultado sai em torno de 25 minutos.

– A agenda está lotada. Está uma procura grande porque o pessoal está regressando de viagem e é exigido o teste. Acredito que as reuniões familiares do Natal possam ter influenciado também – afirmou uma atendente da Venâncio de Icaraí, na Rua Doutor Paulo César.

Na manhã desta segunda-feira, o A Seguir: Niterói mostrou que a dificuldade para encontrar testes rápidos nas farmácias da cidade tem se intensificado nos últimos dias. Em São Francisco, mãe e filho com sintomas da doença, depois que um dos convidados da festa de Natal testou positivo, percorreram farmácias das redes Pacheco, Raia e Tamoio no domingo mas não conseguiram fazer o teste. Na Pacheco, a balconista informou que a procura aumentou muito na virada do ano e o estoque de testes zerou.

Moradores de Niterói, de bairros diferentes, têm encontrado dificuldade em marcar os testes em farmácia, como é o caso do publicitário Mateus Sanches, morador de São Francisco.

– Na quinta-feira meu irmão conseguiu fazer o teste sem agendamento – era assim que as farmácias estavam operando tendo em vista a baixa demanda. No sábado, liguei para a Pacheco do Ingá e a Raia de São Francisco. Elas não apenas não faziam mais sem hora marcada, mas só tinham disponibilidade a partir de terça-feira, dia 4. No domingo procurei outras e também se encontravam na mesma situação.

A moradora de Icaraí e psicóloga, Mariana Viviani, também penou um pouco para conseguir marcar o teste. Após algumas buscas, conseguiu agendar na drogaria MiraFarma, no Ingá, na quinta-feira, dia 30 de dezembro. Após ter tido contato com algumas pessoas no domingo e dentre elas, muitas com sintomas da doença e com a confirmação após o resultado dos testes, resolveu não arriscar. Marcou o teste e vem cumprindo a quarentena à risca.

Alguns laboratórios da cidade têm se organizado para atender a maior demanda. Logo na entrada do laboratório Bittar, na Presidente Backer, um aviso sinaliza que o cliente que estiver apresentando os sintomas de febre, falta de ar e tosse deve  comunicar previamente ao atendente. A capacidade de clientes no local também foi reduzida para evitar a proliferação do coronavírus. Apenas 8 pessoas por vez estão autorizadas a entrar.

Perto do horário do almoço, por volta de 13h, o espaço estava com lotação máxima. O movimento de entra e sai retratava a maior adesão de testes do que o habitual.

Laboratório Bittar na Presidente Backer, em Icaraí, no início da tarde desta segunda-feira (3). Foto: Livia Figueiredo

Outro laboratório de Icaraí que também tem apresentado procura é o Sérgio Franco. O local realiza tanto teste de PCR, que fica pronto em dois dias úteis, quanto o antígeno, cujo resultado sai em duas horas. Ao entrar, é necessário retirar uma senha e as pessoas são chamadas por ordem de chegada.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Niterói, testes rápidos para Covid-19 estão sendo oferecidos nas Policlínicas, Unidade Básicas e unidades do Programa Médico de Família. Já o teste swab para RT PCR é realizado nas 8 Policlínicas Regionais e na Unidade Básica Centro.

No posto Sérgio Arouca, no Vital Brazil, por exemplo, é possível fazer PCR, de segunda a sexta-feira, das 13h às 15h. O resultado sai em 20 minutos.

Leia também: Ano novo, tarifas novas

Rio tem aumento de caso positivo para Covid

Quase 10% das pessoas testadas para Covid no Rio após a volta das festas de fim de ano tiveram resultado positivo. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, os testes foram realizados na manhã desta segunda-feira (3). A secretaria não divulgou o total de testados, apenas o percentual. Dados anteriores mostram que, há 14 dias, esse percentual era de 0,7%. Na semana passada, 5,5% dos testes realizados deram positivo.

O levantamento é semanal, mas em função da preocupação com as festas de fim de ano, a prefeitura do Rio decidiu fazer o levantamento no primeiro dia útil após o retorno das festas de fim de ano.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email