Niterói por niterói

Publicado

Niterói conclui 80% das obras do Instituto de Artes e Comunicação Social da UFF

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Nova sede, que deve ser inaugurada ainda este ano, terá 110 salas interligadas e divididas em blocos de salas de aula, além de anfiteatro, pátio e sala de exposição
IACS reforma
Dos 11 blocos construídos, cinco já estão concluídos e os outros seis estão em fase de revestimento. Foto: Leonardo Simplício

O novo prédio do Instituto de Arte e Comunicação Social (IACS) da Universidade Federal Fluminense (UFF), no Campus do Gragoatá, está com 80% das obras concluídas e deve ser inaugurado ainda este ano. O projeto, orçado em R$ 28 milhões, contempla uma nova sede com 110 salas interligadas e divididas em blocos de salas de aula, além de anfiteatro, pátio e sala de exposição.

A intervenção tem como base o projeto elaborado pela Empresa Municipal de Moradia Urbanização e Saneamento (Emusa).

Leia mais: Uso de máscara liberado no Rio; Niterói ainda avalia se desobriga ou não

Foto: Divulgação/Prefeitura

Segundo o prefeito de Niterói, Axel Grael, o projeto vai permitir que o IACS possa ampliar sua capacidade de formação, qualificar serviços e acolher cada vez mais alunos, fazendo de Niterói uma potência na área da comunicação social e da produção audiovisual. “É uma demanda de muitos anos que estamos atendendo através de uma parceria entre a Prefeitura de Niterói e a UFF”, completou.

Dos 11 blocos construídos, cinco já estão concluídos e os outros seis estão em fase de revestimento, de colocação dos pisos e instalação de luminárias. O estacionamento também está pronto. Falta concluir na área externa o paisagismo, colocação do piso intertravado e revestimentos. O projeto dos novos prédios, elaborado pela comunidade do instituto, foi mantido para que a construção dos onze edifícios seja interligada com bibliotecas, laboratórios, salas de aulas e espaço de convivência.

O Instituto de Artes e Comunicação Social foi fundado em 1968, tem cinco departamentos e aproximadamente 3.500 alunos. O planejamento é que os novos prédios já possam receber alunos para o segundo semestre deste ano.

A nova sede abrigará os cursos de graduação em Arquivologia, Artes, Biblioteconomia e Documentação, Cinema e Audiovisual, Comunicação Social, Estudos de Mídia, Produção Cultural, e de Pós-Graduação em Ciências da Informação, Cinema e Audiovisual, Comunicação, Cultura e Territorialidades, Mídia e Cotidiano e Estudos Contemporâneos das Artes.

COMPARTILHE