Niterói por niterói

Publicado

Internações por Covid mantêm tendência de queda em Niterói por duas semanas consecutivas

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
De acordo com boletim do SINDHLESTE, Niterói possui no momento apenas 8 pacientes internados em UTI
Hospital Oceânico- ocupação de unidades públicas cai em Niterói. Reprodução
Foto: Divulgação

No intervalo de uma semana, o número de pessoas internadas na rede privada de saúde, em decorrência de Covid, caiu de 35 para 23. É o que informa o último boletim do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casas de Saúde de Niterói e São Gonçalo (SINDHLESTE), divulgado nesta terça-feira (26). Em Niterói, no momento, há 14 pacientes internados nos quartos e outros 8 em leitos de UTI, em decorrência da doença. Entre as crianças até 11 anos, existe apenas um caso.

Na semana anterior, o boletim do SINDHLESTE mostrou que Niterói tinha 17 pacientes internados nos quartos e 18 em leitos de UTI, dentre estes, uma criança. No início de julho, 91 pessoas estavam internadas em decorrência de Covid, em Niterói. A diminuição das internações segue a tendência de queda de casos da doença, no estado do Rio, já apontada pelo Mapa da Covid divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde. 

Covid segue matando crianças

Porém, a Covid-19 foi a doença que mais matou crianças entre 6 meses e 3 anos, entre 2020 e 2021. Os dados foram levantados pelo Observatório de Saúde na Infância – Observa Infância (Fiocruz/Unifase) a partir do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) e indicam que entre 2020 e 2021, a Covid-19 matou mais que o triplo de crianças de 6 meses a 3 anos que a soma de todas as mortes nessa faixa etária, ao longo da última década, por doenças que podem matar e são preveníveis por vacinas. Especialistas da área de saúde seguem fazendo um apelo da vacinação das doses de reforço para proteção das formas graves da doença.

COMPARTILHE