Niterói por niterói

Publicado

Crianças com comorbidade e deficiências permanentes têm até esta quarta-feira (19) para serem vacinadas contra Covid-19, em Niterói.

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Uma nova caderneta de saúde para crianças será lançada pelo Ministério da Saúde
vacinação criança dia 2.2
A estimativa do município é vacinar mais de 38 mil crianças entre 5 e 11 anos. Foto: Reprodução rede social Prefeitura de Niterói

Com a antecipação do calendário de vacinação infantil, pela Prefeitura de Niterói, crianças com comorbidade e deficiências permanentes com idades entre 5 e 11 anos têm até esta quarta-feira (19) para serem vacinadas contra Covid-19, na cidade. A partir de quinta-feira (20), começa a imunização das demais crianças a partir de 11 anos.

Para receber a dose da vacina é necessária apresentação do laudo médico para as crianças com comorbidade e deficiência permanente. No ato da imunização, é necessária a presença do responsável legal. Para a vacinação, as crianças precisam ter intervalo de 15 dias de qualquer vacina. A estimativa do município é vacinar mais de 38 mil crianças nessa faixa etária.

Pais que levaram seus filhos para vacinar contra Covid em Niterói relatam sentimento de alívio e emoção

Nova caderneta

O Ministério da Saúde enviará, até março, a estados e municípios uma nova versão da caderneta de saúde para crianças. A nova versão traz um recurso para identificar crianças com possível Transtorno do Espectro Autista (TEA). O instrumento, chamado checklist M-CHART-R/F, é utilizado para acompanhar pessoas entre os 18 e os 30 meses de vida.

A avaliação pelo instrumento M-CHART-R/F deve ser conduzida em consultas de unidades de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). A orientação é que seja feita na consulta de puericultura, aos 18 meses de vida. A análise é aplicada por profissionais de saúde que realizam a consulta, com respostas apresentadas pelos pais.

Outro item incluído na nova versão da caderneta foi um conjunto de orientações acerca de como detectar sinais de albinismo. Essa condição é um distúrbio genético marcado pela falta total ou parcial de melanina, o que impacta a cor dos indivíduos. A identificação do albinismo é importante pois a condição implica cuidados específicos.

Os familiares que quiserem adquirir uma nova caderneta de vacinação para sua criança devem buscar as unidades básicas de saúde da sua cidade ou consultar as secretarias de saúde sobre como obter o documento. Porém, não há obrigatoriedade de substituir a antiga caderneta pela nova versão. A versão anterior pode atender as crianças até os nove anos de idade.

Calendário de vacinação infantil atualizado

Crianças com comorbidades e deficiências permanentes

18/01 – 5 a 11 anos

19/01 – 5 a 11 anos

Demais Crianças

20 e 21/01 – a partir de 11 anos

24 e 25/01 – a partir de 10 anos

26 e 27/01 – a partir de 9 anos

28/01 – repescagem

31/01 e 01/02 – a partir de 8 anos

02 e 03/02 – a partir de 7 anos

04/02 – repescagem

07 e 08/02 – a partir de 6 anos

09 e 10/02 – a partir de 5 anos

11/02 – repescagem

Locais de vacinação de crianças

– Policlínica Regional Doutor Renato Silva – Avenida João Brasil, s/nº, Engenhoca.

– Policlínica Sérgio Arouca – Rua Vital Brazil Filho, s/nº – Vital Brazil.

– Policlínica Regional de Itaipu – Avenida Irene Lopes Sodré – Itaipu.

Documentação

– Carteira de vacinação da criança;

– Identidade ou certidão de nascimento;

– CPF ou cartão SUS;

– Comprovante de residência do representante legal;

– Laudo médico indicando condição clínica (comorbidades e deficiência permanente).

 

Com Agência Brasil

 

 

COMPARTILHE