Niterói por niterói

Publicado

Chegada da primavera é senha para floração dos Ipês em Niterói

Por Sônia Apolinário
| aseguirniteroi@gmail.com

COMPARTILHE

Ponto de referência no Centro, o Ipê roxo, na Praça da República, virou cartão postal e símbolo informal da cidade
Ipê Roxo
Ipê roxo é uma das árvores notáveis da cidade. Foto: Prefeitura de Niterói

Nesta quinta-feira (22), Niterói recebe uma “hóspede” muito festejada: a Primavera. A sua chegada serve de “senha” para a floração de várias árvores da cidade, como o Ipê. Uma delas, de tão exuberante que fica, se tornou cartão postal e uma espécie de símbolo informal do município.

Trata-se do Ipê roxo, que fica na Praça da República, em frente à Câmara dos Vereadores, no Centro da cidade. Aliás, na mesma praça, atrás da Biblioteca Parque, tem outro Ipê, mas de flores brancas.

Dentre as “árvores notáveis” da cidade,  listadas no Guia Botânico do Município, os Ipês são os que têm a maior incidência. E ganha uma flor quem adivinhar qual árvore ilustra a capa da publicação.

– Tivemos muitas dificuldades para eleger uma árvore para a capa desse trabalho. Foi consenso entre nós que trabalhamos no Guia que o Ipê roxo da Praça da República é uma árvore que muitas pessoas conhecem por conta da sua localização, a ponto de se tornar uma referência da cidade. Então, ele foi para a capa, mas ficamos muito divididos com a Sapucaia que tem no Rio do Ouro – conta a bióloga Fabiana Barros, diretora de Áreas Verdes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Leia mais: Pau-Brasil, Ingá-de-macaco, Jequitibá: censo arbóreo transforma parques de Niterói em museu a céu aberto

Com 185 páginas, o Guia reúne fotos, ilustrações e textos sobre 81 árvores, de 66 espécies distintas. Há também informações sobre a flora do município.

Com pesar, Fabiana informa que, desde o lançamento da publicação, em 2019, uma árvore morreu: a Embaúba – que ficava no campus Praia Vermelha, da Universidade Federal Fluminense (UFF), entre os blocos D e E , em São Domingos – não resistiu a uma tempestade.

Apesar de o Pau-Brasil ter se tornado a árvore que representa o país, a flor considerada nacional é a do Ipê. Essa árvore é de um tipo que perde todas as folhas que são substituídas por cachos de flores de cores intensas. Quando começam a cair, formam verdadeiros tapetes no chão.

Neste momento, o Ipê roxo símbolo da cidade ainda não está florido. Nessa espécie de árvore, as flores começam a surgir em junho, como é o caso da cor de rosa, e vão até setembro. Porém, as mudanças climáticas estão afetando os ciclos das plantas, o que está fazendo com que a realidade se torne um pouco diferente do que informam os manuais.

Roteiro

O Guia lista seis Ipês com flores de quatro diferentes cores. Quem quiser conhecê-las, basta seguir o roteiro do A Seguir:

Ipê amarelo cascudo

Ipê no Bairro de Fátima. Foto: reprodução Guia Botânico do Município

Rua Scylla de Souza Ribeiro, 419, em Itaipu

Rua Andrade Pinto, 189, perto da Igreja Nossa Senhora de Fátima, no bairro de Fátima

Ipê rosa

O Ipê do Cafubá. Foto: reprodução Guia Botânico do Município

 

Rua Dr. Godofredo Garcia Justo, 452, Cafubá

Ipê roxo

O Ipê que virou símbolo de Niterói. Foto: Prefeitura de Niterói

Rua São Lourenço esquina com Benjamim Constant, no bairro Largo das Barras

Praça da República, em frente à Câmara dos Vereadores, no Centro

Ipê branco

Um dos Ipês da Praça da República, no Centro. Foto: reprodução Guia Botânico do Município

Praça da República, atrás da Biblioteca Parque

Sapucaia

Quem quiser conhecer a árvore que quase roubou a “coroa” do Ipê roxo, deve ir até a Estrada Senador Fernandes da Cunha, após a Escola Municipal Professor Bolívia de Lima Gaetho, no Rio do Ouro.

A Sapucaia é muito ornamental. Suas flores são aromáticas, de cor roxa e ocorrem simultaneamente com a copa da árvore em tons de rosa.

Conheça as árvores notáveis do Guia Botânico do Município de Niterói, aqui

COMPARTILHE