Niterói por niterói

Publicado

Câmara Municipal de Niterói vai celebrar a arte da capoeira como um direito

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Um dos objetivos da atividade é pleitear junto ao poder público a inserção da capoeira nas escolas; Na ocasião, 37 praticantes serão homenageados
capoeira_divulgação_
Foto: Divulgação

A arte capoeirista será celebrada nesta terça-feira (22) pela Câmara Municipal, que sediará uma ação a partir das 18h. Um dos objetivos da atividade  intitulada “Capoeira é um direito” é pleitear junto ao poder público a inserção da capoeira nas escolas.

Na ocasião, 37 praticantes distribuídos entre as designações de mestres, mestras, contramestras, contramestres, professoras e professores serão homenageados com moção de aplausos no plenário Brígido Tinoco. A organização da solenidade é uma parceria do mandato da vereadora Walkíria Nictheroy com o Fórum de Capoeira de Niterói.

Leia mais: Ballet Jovem: Teatro Popular recebe projeto para formação de novos bailarinos em Niterói

– A capoeira é uma sabedoria de sobrevivência ancestral, assim como as demais tradições dos povos de matriz africana que sobreviveram através dos séculos preservando a cultura dos povos que constituíram este país. É uma honra, e nada mais que uma obrigação, homenagear os griots desta tradição e lutar para que em nosso município a capoeira seja respeitada nas políticas públicas, na educação e na cultura – comentou a vereadora Walkíria.

A Vereadora Walkiria Nictheroy. Foto: Divulgação

Em 2014, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) declarou a roda de capoeira Patrimônio Cultural da Humanidade e, em Niterói, a Lei nº 3119/2014, de autoria do vereador licenciado, Leonardo Giordano, declarou a capoeira como Patrimônio Cultural Imaterial do Município. Em 2008, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), tornou a capoeira patrimônio cultural brasileiro.

– Esse evento faz parte de uma ação nacional pelo reconhecimento e valorização da capoeira, para reafirmação da nossa ancestralidade e expansão pelos territórios. Buscamos apoio do poder público para inserir a prática da capoeira nas escolas – explicou o mestre Paulão Kikongo. O Fórum de Capoeira do Rio de Janeiro participará do evento.

Além da parlamentar anfitriã presidindo a solenidade e do mestre acima citado, também farão parte da mesa a contramestra Celi Santana, o mestre Gil, a mestra Cristina (Nascimento Dias dos Santos) e o mestre Aranha (Crespiniano Bonifácio de Andrade).

SERVIÇO: 

Capoeira é um Direito

Data: 22/02 (terça-feira).

Horário: 18h.

Local: Câmara Municipal de Niterói, plenário Brígido Tinoco. (Av Amaral Peixoto, nº 625 – Centro de Niterói).

COMPARTILHE