Niterói por niterói

Publicado

Zona Norte agora tem uma Parque Natural; fica no Baldeador

Lei publicada no Diário Oficial deste sábado tem como objetivo manter populações de animais e plantas nativas e contribuir para a preservação da biodiversidade
Parque Natural Municipal Floresta do Baldeador. Foto- Reprodução Facebook : Prefeitura
Parque Natural Municipal Floresta do Baldeador. Foto: Reprodução Facebook / Prefeitura

A Prefeitura de Niterói acaba de instituir mais um espaço ecológico na cidade com a criação do Parque Natural Municipal Floresta do Baldeador. O parque, que vai proteger e conservar a qualidade ambiental e os atributos naturais do local, possui uma área total de 70 hectares. A Lei Nº 3639/2021, que cria o parque, foi publicada no Diário Oficial deste sábado (9).

Prefeito de Niterói, Axel Grael anunciou nas redes sociais a criação e destacou que o espaço será o primeiro parque natural da Zona Norte de Niterói. Ainda de acordo com o prefeito, a cidade tem 54% de seu território protegido e se consolida como referência em ações de defesa do Meio Ambiente:

– A área do Parque Natural Municipal Floresta do Baldeador, próxima ao Morro do Castro, é limítrofe ao município de São Gonçalo e faz parte do mosaico do Sistema Municipal de Áreas de Proteção Ambiental (SIMAPA), unidade de conservação de uso sustentável com extensão de 598 hectares e que engloba zonas de recuperação ambiental e de restrição à ocupação urbana. Além disso, é uma área de especial interesse ambiental e de preservação permanente na Zona Norte – destacou.

De acordo com a publicação que cria a lei de preservação da área, a implantação e operação do Parque Natural Municipal Floresta do Baldeador será realizada com base na legislação federal, estadual e municipal, no Plano de Manejo e na legislação orçamentária do Município. A área abrange as terras, as florestas, a fauna, os ecossistemas terrestres e aquáticos e as belezas naturais.

O novo espaço tem alguns objetivos como manter populações de animais e plantas nativas, contribuindo para a preservação da biodiversidade de Niterói e do Estado do Rio de Janeiro, proteger ecossistemas com grande potencial para oferecer oportunidades de visitação, aprendizagem, interpretação, educação, pesquisa, recreação, inspiração, relaxamento e demais atividades ambientalmente compatíveis, além de incentivar o desenvolvimento do turismo ecológico em Niterói, valorizando o município e gerando empregos e renda.

Outro benefício trazido pela preservação do parque é assegurar a integridade das florestas e demais formas de vegetação de forma permanente, onde não é possível remover os remanescentes de Mata Atlântica. A integração do espaço vai promover uma área de lazer para a comunidade, com promoção de atividades recreativas, turísticas, culturais e científicas, e, ao mesmo tempo, garantir a preservação dos ecossistemas naturais existentes, possibilitando o convívio da população humana com outras formas de vida vegetal e animal.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email