Niterói por niterói

Publicado

Vereadora Walkiria Nictheroy vai ao plenário denunciar que agressor foi nomeado para a Câmara

Por por Amanda Soares
Representante do PC do B acusou o Vereador bolsonarista Douglas Gomes de nomear seu agressor como Chefe de Gabinete
politica 1
A Vereadora com o registro da denúncia de agressão durante a campanha

A Vereadora Walkiria Nictheroy, do PC do B, estreou este ano na Câmara Municipal, suplente do Vereador Leonardo Giordano, convidado para a Secretaria de Cultura da Prefeitura. Mas mostrou que não vai se intimidar. Ontem, foi ao plenário denunciar que o Vereador Douglas Gomes, do PTC, contratou como Chefe de Gabinete Thiago Almeida Guimarães F. Santos, o homem que ela acusa de agressão.

Leia mais: Câmara de Niterói terá mais uma vereadora, Walkiria Nictheroy

A agressão teria acontecido durante a campanha eleitoral do ano passado, no dia 11 de setembro, quando a União da Juventude Socialista realizou uma manifestação na porta do Clube Canto do Rio, em Niterói, durante uma reunião de apoiadores do Presidente Jair Bolsonaro. O evento foi organizado pelo Deputado Federal Carlos Jordy, que planejava lançar uma candidatura à Prefeitura e terminou por apoiar o nome de Alan Lyra, do PTC. Na porta do clube, os manifestantes questionavam o valor de R$ 89 mil reais depositados por Queiroz na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro e foram confrontados pelos bolsonaristas.

Na ocasião, a Professora Walkiria Nictheroy foi agredida verbalmente e atingida por um sinalizador, disparado pelo homem identificado como Thiago Almeida Guimarães F. Santos.

De acordo com o ato N 232/2021, Thiago Santos foi nomeado, no dia primeiro deste mês, para exercer o cargo de Chefe de Gabinete do também recém-eleito Vereador Douglas Gomes. O Vereador é outro estreante na Casa e já foi motivo de denúncia na Câmara, depois que circularam imagens dele com uma arma na mesa, diante do Deputado Carlos Jordy.

O Vereador Douglas Gomes com a arma na mesa na Câmara. Reprodução: redes sociais

Nesta terça-feira (13), na primeira sessão plenária do ano, a Professora Walkiria denunciou o clima de insegurança dentro da câmara dos vereadores. “Nos próximos quatro anos andarei pelos corredores dessa câmara dividindo espaço com meu agressor. Em nenhum momento achei que legislar seria fácil, mas digo sem medo que resistiremos. Estamos aqui a serviço do povo e vamos combater o fascismo e todo tido de violência e intolerância.”

O Vereador Douglas Gomes afirmou que escolheu Thiago para Chefe de Gabinete porque são amigos há muito tempo. Segundo ele, a Vereadora precisa provar a denúncia de agressão e que isto não é uma questão política, mas para a Justiça.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email