Niterói por niterói

Publicado

Vacinados com AstraZeneca podem receber 2ª dose de Pfizer, decide Secretaria Estadual

Medida foi autorizada diante da escassez do imunizante da Fiocruz; em Niterói, intercambialidade ocorre desde a semana passada
Vacinas Pfizer e AstraZeneca podem se combinadas. Foto- Prefeitura de S.J. da Barra
Vacinas Pfizer e AstraZeneca podem se combinadas. Foto: Prefeitura de S.J. da Barra

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES) autorizou a utilização da vacina da Pfizer contra covid-19 como segunda dose para a Oxford/AstraZeneca, no caso de o estado não receber quantidade suficiente desse imunizante. Niterói jpa vem adotando a chamada intercambialidade para quem teve reação à primeira dose do produto da Fiocruz.

A autorização de intercambialidade da SES, no entanto, é mais restrita. Pela nota técnica da pasta, a D2 da Pfizer só pode ser aplicada se determinado município não tiver vacina da AstraZeneca em estoque. A intenção é evitar atrasos nas campanhas locais de vacinação.

A vacina Oxford/AstraZeneca é produzida no Brasil pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Apesar de poder produzir mais de 1 milhão de doses por dia, o instituto tem sua capacidade limitada pela disponibilidade do ingrediente farmacêutico ativo (IFA), que precisa ser importado da China.

Em Niterói, a intercambialidade já vem sendo adotada desde a semana passada. A autorização do município vale para quem teve reação adversa à primeira dose da AstraZeneca. Nestes casos, D2 se dá com Pfizer, mediante a assinatura de um termo de consentimento no ato da vacinação.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email