Niterói por niterói

Publicado

STJ encerra processo contra o ex-prefeito de Niterói Rodrigo Neves

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com

COMPARTILHE

Tribunal considerou que não há provas para sustentar acusação de corrupção, que levou Neves à prisão em 2018
Rodrigo Neves toma posse como secretário executivo. Foto: Luciana Carneiro
Rodrigo Neves foi acusado na Operação Alameda, desdobramento da Lava-Jato; caso encerrado cinco anos depois. Foto: arquivo

O ex-Prefeito de Niterói, e atual secretário executivo de governo, Rodrigo Neves, pode dar por encerrado, depois de cinco anos, um dos capítulos mais difíceis de sua trajetória política: a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu por unanimidade,  nesta terça-feira (12), que não há provas para sustentar a denúncia que o levou à prisão em 2018, de corrupção, e encerrou o processo. A ação já havia sido encerrada no  Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), pela Sétima Câmara Criminal.

Rodrigo Neves foi preso em 2018 na Operação Alameda, um desdobramento da Lava-Jato, à partir da delação do ex-dirigente da Fetranspor Marcelo Traça, acusado de cobrar propina de empresas de ônibus do município, e ficou detido por 93 dias, até ser liberado e retomar o mandato.

Os ministros do STJ Sebastião Reis, Teodoro Silva Santos, Jesuíno Rissato, Antônio Saldanha Palheiro e Rogério Schietti Cruz consideraram que a denúncia foi baseada em delações não comprovadas e decidiram encerrar o caso.

O ex-prefeito, agradeceu o apoio recebido e voltou a atacar a investigação como parte de um conspiração para produzir afastá-lo da prefeitura. “Não podemos desistir jamais de lutar pela verdade, pela justiça, pelo direito e pela democracia”, disse Rodrigo Neves.

COMPARTILHE