Niterói por niterói

Publicado

Segurança Presente reduz policiamento de motocicleta em Niterói

Mudança no programa de patrulhamento da cidade com gestão do estado mantém policiais nos bairros mas reduz guarda motorizada
O programa Niterói Presente contava com 65 motocicletas para o patrulhamento da cidade. Foto- Prefeitura: Douglas Macedo
O programa Niterói Presente contava com 65 motocicletas para o patrulhamento da cidade. Foto: Prefeitura/ Douglas Macedo

O policiamento de motocicletas que era uma das marcas do Niterói Presente pouco é visto nas ruas da cidade depois que o governo do estado rompeu o convênio com a Prefeitura e assumiu o programa, agora rebatizado como Segurança Presente. A mudança é maior do que a troca de cores do uniforme, que perdeu o laranja da usado pelo município para assumir o azul e branco do estado: o policiamento agora está fixo nas esquinas dos bairros.

Os policiais agora são transportados em vans e permanecem em grupos nas esquinas. Circulam menos que antes, quando se moviam em patrulhas menores e tinham o apoio de motocicletas. A Prefeitura dispunha de 65 motocicletas para o serviço, entre veículos próprios e alugados, recurso que o governo do estado dispensou: no momento 45 estão paradas. Também há 13 carros parados, dos 30 disponíveis.

Segurança Presente: governo do estado assume policiamento em Niterói

Governo do estado dispensa serviço de inteligência na segurança

A Prefeitura de Niterói investia mais de R$ 30 milhões por ano no equipamento e custeio do programa de segurança presencial, que o governador Claudio Castro anunciou que o estado vai assumir. A mudança foi rápida e surpreendeu a Prefeitura: no dia seguinte ao anúncio, os policiais já se apresentaram com o uniforme novo, num gesto considerado político, destinado a apagar as marcas do ex-prefeito Rodrigo Neves do programa de segurança.

Na primeira semana de operação do estado, marcada por ações de marketing do governo e pelo feriado prolongado do Sete de Setembro, que exigiu maior contingente nas manifestações políticas e nas estradas, não foi possível avaliar a dimensão das equipes destinadas a Niterói. O Niterói Presente contava com 294 homens. Segundo o governo do estado o efetivo hoje é de 278, com a operação ampliada para Pendotiba. Nas delegacias, houve queixas pela ausência de pessoal de apoio que o programa Niterói Presente destinava ao atendimento nos plantões.

O governo do estado assegura que vai manter o contingente de policiais. Mas a perda vai além da presença da guarda. O sistema de segurança foi articulado nos últimos anos justamente para fazer frente à falta de policiais na cidade, atribuição do estado. A Prefeitura passou a financiar a segurança com recursos próprios e criou todo um Centro Integrado de Segurança Pública, que conta com o monitoramento da cidade por 500 câmeras, que auxiliam no trânsito e nas ações policiais. Várias operações e perseguições policiais tiveram êxito graças ao apoio do sistema de inteligência na segurança. O programa Segurança Presente dispensou este suporte.

Centro de Operações da Prefeitura. Foto: Prefeitura/ Luciana Carneiro

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email