Niterói por niterói

Publicado

Secretaria Municipal de Saúde monitora dois casos suspeitos de Ômicron em Niterói

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Ao todo, há 43 casos suspeitos em oito municípios do Estado do Rio de Janeiro
tenda vila centro de atendimento à gripe parque olimpico
Prefeitura de Niterói reforçou a importância da vacinação e do uso de máscara para evitar contaminação

Niterói tem dois casos suspeitos da variante Ômicron da Covid-19 sendo monitorados pela Secretária Municipal de Saúde. Em todo o Estado do Rio de Janeiro, existem 43 casos semelhantes, sob investigação, em oito municípios.

O anúncio dos casos suspeitos, em Niterói, foi feito na última sexta-feira (24), pelas redes sociais da Prefeitura. Segundo a SMS de Niterói, as pessoas que tiveram contato com os pacientes também estão sendo monitorados. A Secretaria informou que aguarda o resultado do sequenciamento genético para confirmar se se trata mesmo da variante Ômicron, que é responsável pelo aumento dos casos de Covid mesmo em países com alto índice vacinal.

Com a suspeita, a Prefeitura de Niterói recomendou à população que siga com as medidas de proteção individuais, como o uso de máscara e a vacinação, e evite aglomerações e locais com pouca circulação de ar. Ainda de acordo com a Prefeitura,  nos últimos sete dias, não foram registrados óbitos por Covid-19 no município.

Leia mais Saiba os cuidados que devem ser tomados para as festas de natal e Réveillon na pandemia

No Estado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio da Subsecretaria de Vigilância e Atenção Primária à Saúde, informou que iniciou, também na sexta-feira (24) a investigação de 43 casos suspeitos da variante Ômicron, em oito municípios do estado. Além de Niterói são eles: Angra dos Reis, Cabo Frio, Macaé, Nilópolis, São Gonçalo, Saquarema e Volta Redonda.

Em comunicado, a SES informou ter sido notificada no dia 24 pela Rede Dasa RJ a respeito de 43 exames de  RT-PCRs para COVID-19 (realizados empregando o kit Thermo Multiplex) com indicativo da presença da variante Ômicron. As amostras foram coletadas entre os dias 1 e 20 de dezembro.

A secretaria de Estado de Saúde ressaltou que ainda não se trata de casos confirmados da variante Ômicron, “uma vez que este tipo de análise empregada nos exames serve como método de triagem”. As amostras serão sequenciadas pela Dasa e os resultados estão previstos para serem conhecidos nas próximas semanas.

Também de acordo com o comunicado, a SES informou já ter entrado em contato com as vigilâncias sanitárias dos oito municípios para que possam realizar a investigação e acompanhamento dos pacientes e contatantes. Para aqueles pacientes em que ainda for possível realizar PCR, equipes das vigilâncias municipais vão coletar o exame para encaminhar ao Laboratório Central de Saúde Publica Noel Nutels (Lacen RJ). Os casos positivos seguirão para sequenciamento  no laboratório de referência da Fiocruz.

 

 

 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email