Niterói por niterói

Publicado

Rede SUS de Niterói tem menor ocupação de UTIs Covid de toda a pandemia

Dados dos hospitais privados também apontam cenário de queda na ocupação dos leitos reservados para a pandemia
Rede SUS tem taxa de ocupação em queda. Foto- Divulgação:Prefeitura de Niterói
Rede SUS tem taxa de ocupação em queda. Foto: Divulgação/Prefeitura de Niterói

Quase cinco meses depois de atingir o ápice da terceira onda da pandemia, a rede SUS de Niterói tem a menor ocupação de UTIs reservadas para pacientes Covid desde o começo da crise sanitária. Nesta terça-feira, 32% dos leitos estavam ocupados. A menor taxa até então havia sido registrada em 1 de agosto do ano passado: 33%.

Os dados constam no painel de monitoramento da Secretaria Estadual de Saúde. Nesta terça-feira, 39 dos 123 leitos de UTI Covid da cidade tinham pacientes, ou seja, 32%. Nas enfermarias, dos 80 leitos, 34 estão ocupados, o equivalente a 43%.

Na rede privada, a ocupação também segue tendência de queda. De acordo com o último boletim do Sindhleste, entidade que representa hospitais particulares, 30% dos leitos de UTI e 16% dos leitos clínicos estavam ocupados até a última segunda-feira.

Número de mortes segue alto

A tendência tem sido de queda nos casos e internações por Covid no Estado do Rio e no Brasil. Mas o número de mortes documentadas pela Secretaria Estadual de Saúde em Niterói permanece num patamar elevado: foram 29 na última Semana Epidemiológica, a SE 28, contra 25 na semana anterior. De acordo com o Painel da Covid no estado, Niterói já registrou 41.252 casos e 1.926 mortes desde o início da pandemia.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email