Niterói por niterói

Publicado

Rafael Adonis é o novo secretário de Direitos Humanos de Niterói

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Posse do novo secretário deve acontecer nos próximos dias na sede da Prefeitura Municipal de Niterói
Rafael Adonis direitos humanos secretário
O advogado Rafael Adonis, novo secretário de Direitos Humanos de Niterói. Foto: Divulgação

O advogado Rafael Adonis é novo secretário de Direitos Humanos de Niterói. Ele assume a pasta no lugar de Raphael Costa, exonerado em Diário Oficial publicado na última sexta-feira (01/04) para ser pré-candidato à deputado estadual. A  proposta de Adonis é manter à frente em suas ações os princípios de quem vivenciou de perto a realidade de vulnerabilidade social no município.

Com uma história de vida muito comum à realidade de moradores de periferias brasileiras, o novo secretário é filho de pais nordestinos, que se mudaram para o Rio de Janeiro, nos anos 70.

– Como quase todos os migrantes daquela época, meus pais saíram dos seus locais de origens em busca de oportunidades de emprego. Meu pai é potiguar,  minha mãe é paraibana e eles se conheceram aqui no Rio de Janeiro –, disse.

Até os 20 anos de idade, Adonis viveu no bairro do Cantagalo, uma das regiões mais carentes de Niterói. Foi na experiência de acompanhar todos os dias a desigualdade social e a criminalidade muito presente durante a infância, que o atual secretário de Direitos Humanos solidificou a base de seus principais valores passados pelos seus familiares.

– Os princípios fundamentais que meus pais, como nordestinos,  sempre passaram são: honestidade e solidariedade.  E tento sempre carregar isto para minha vida. Sempre na luta pela ética e respeito na vida pessoal,  profissional e na política –, destacou.

Advogado há sete anos, Adonis tem experiência em causas trabalhistas e de atuação em advocacia solidária. Morador atualmente de Pendotiba, Rafael é casado e tem um filho de um ano e onze meses.

Como subsecretário de Direitos Humanos de Niterói, Adonis participou, em novembro do ano passado, da inauguração do Espaço Mediar Cantagalo, equipamento público importante na mediação de conflitos sem que haja judicialização naquela comunidade.

Sobre aspirações futuras da Secretaria de Direitos Humanos, Rafael Adonis deseja continuar o legado construído em parceria com o antecessor do cargo, Raphael Costa.

– Quero agradecer primeiramente ao prefeito Axel Grael pela confiança. Desejo promover a continuidade do lindo trabalho que o meu amigo Raphael Costa deixou neste período, buscando a Promoção da Educação em Direitos Humanos em nossa cidade, através da rede municipal de educação e instituições de ensino, bem como na proteção e defesa dos direitos violados. Além disso, promover acesso à cidadania no nosso principal equipamento que é a Casa dos Direitos Humanos, à documentação básica e expansão da promoção da cultura da paz através da Rede Mediar –, concluiu.

 

COMPARTILHE