Niterói por niterói

Publicado

Protesto fecha ruas do Ingá após morte de morador do Morro do Palácio durante operação da PM

Rapaz morto, segundo moradores, seria entregador de aplicativo; um traficante foi preso na operação da PM
WhatsApp Image 2021-11-24 at 19.16.45 (1)
Protesto na Paulo Alves, em flagrante de um leitor

Um jovem, morador do Morro do Palácio, foi baleado e morto durante operação policial na comunidade nesta quarta-feira (24), o que provocou protesto no Ingá, com fechamento de ruas e muito lixo espalhado pelas calçadas e asfalto para bloquear o trânsito. O clima tenso e a confusão, com a presença de grande número de policiais e camburões, assustaram moradores do Ingá e de Icaraí e quem mais passava por ali.

Segundo moradores do Palácio que faziam o protesto na Paulo Alves e na Presidente Pedreira, o rapaz morto é Elias Lima de Oliveira, de 24 anos, que trabalhava como entregador de aplicativo.

Manifestantes seguram cartazes cobrando justiça pela morte de Elias e por mais segurança na comunidade. Foto de leitor

Baleado no tórax, ele chegou a ser levado para o Hospital Azevedo Lima, mas não resistiu.

Moradores que participaram do protesto disseram que  Elias estava perto da boca de fumo quando houve a operação policial, que prendeu o traficante conhecido como Naô. Segundo a PM, Naô era o gerente do ponto de venda de drogas no Palácio.

O clima era de muita revolta entre os manifestantes, que acusavam PMs de violência contra jovens negros. Durante o início da noite, alguns policiais pareciam negociar com manifestantes para liberarem a pista, mas havia também um clima de intimidação, pela quantidade de policiais armados e camburões nas ruas contra a manifestação pacífica até então.

No domingo, nove pessoas da comunidade do Salgueiro, em São Gonçalo, foram assassinados também durante operação da PM.

 

 

 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email