Niterói por niterói

Publicado

Prefeitura de Niterói diz que registro de casos antigos é esforço contra subnotificação

Informe fez número de casos notificados em Niterói saltar de 42 mil para 51 mil casos, com 2.087 mortes desde o início da pandemia
Testes de Covid, em Niterói. Foto- Prefeitura
Testes de Covid, em Niterói. Foto: Prefeitura

Um esforço para “reduzir a subnotificação” dos casos de Covid na cidade. Esta é a explicação da Prefeitura de Niterói para a notificação de 8.700 casos de Covid em um único dia, fazendo a série histórica da doença em Niterói aumentar em cerca de 20% desde o início da pandemia. A informação do registro “fora da curva” foi dada pela Secretaria Estadual de Saúde, que acompanha a evolução da Covid no estado do Rio.

A ação não tem precedentes nas estatísticas para acompanhamento da pandemia. De acordo com o padrão internacional, o mapeamento é feito por “data de notificação”, quando a doença é confirmada por exames laboratoriais, ou por “data de ocorrência”, um estudo mais refinado, feito normalmente com atraso de algumas semanas, com a revisão de datas e confirmação de casos suspeitos que não haviam sido testados. O trabalho é feito de forma regular e os lançamentos costumam ser diários, assim que novos casos são confirmados. A urgência é fundamental para a análise de risco e adoção de medidas de enfrentamento do coronavírus. Não há registro do “represamento” de um volume de informações tão elevado nas estatísticas dos 92 municípios do estado do Rio.

Casos antigos

Notificações da última semana representam 20% do total de casos verificados em toda a pandemia em Niterói. Fonte: Secretaria estadual de Saúde

O painel de monitoramento da Covid publicado pela Secretaria estadual de Saúde registrou o aumento de 9.056 casos da doença em Niterói na última Semana Epidemiológica, a SE 31. O número é muito maior que a média de 600 casos semanais – e mesmo do pico de 1.392 novos casos em uma semana. Diante disto, o A Seguir:Niterói pediu esclarecimentos ao governo do estado. Segundo a SES, a Secretaria de Saúde de Niterói informou no último sábado (7), de uma só vez, 8.700 casos “antigos”, distribuídos ao longo de todo o período da pandemia.”

Esta é a nota da SES: “A Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio da Subsecretaria de Vigilância e Atenção Primária à Saúde (SVASP), informa que, neste sábado (07.08), houve o registro de 12.417 casos de Covid-19, sendo 8.700 somente do município de Niterói. NÃO são casos que aconteceram nas últimas 24h. De acordo com a SMS de Niteroi, houve uma revisão dos casos que estavam sem encerramento desde o início da pandemia e, a partir de um trabalho da equipe da vigilância municipal, alguns casos foram confirmados por critério clínico epidemiológico. São casos antigos e estão distribuídos ao longo de todo o período da pandemia.”

Esforço contra a subnotificação

O A Seguir: Niterói procurou a Secretaria municipal de Saúde para esclarecer as razões para a notificação de tantos casos “represados” por tanto tempo. O objetivo era esclarecer a origem dos dados, as datas a que se referem, como alteram as curvas de evolução da doença na cidade e as conclusões da SMS diante da análise dos dados revistos. O jornal perguntou ainda se “a SMS vai revisar também o número de mortes?”

A resposta foi informada por email, e não responde objetivamente a nenhuma das perguntas. O A Seguir: Niterói reproduz o texto na íntegra, na forma recebida:

“A Secretaria Municipal de Saúde de Niterói esclarece que apesar do padrão para notificação de casos confirmados seja por confirmação laboratorial, existem outros critérios avaliados. O município realizou uma busca de casos dentro desses critérios para dar mais transparência ao andamento da epidemia e reduzir a subnotificação. A Vigilância em Saúde municipal acompanha todos os casos e diariamente envia as informações para a Secretaria de Estado da Saúde atualizando os dados.”

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email