Niterói por niterói

Publicado

Plano de saúde terá que cobrir teste rápido de Covid

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
A decisão da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) vigora a partir desta quinta-feira (20)
covid teste
O exame incluído na lista de cobertura obrigatória é o Teste SARS-COV-2 – teste rápido para detecção de antígeno . Foto: Reprodução

Testes rápidos de Covid-19 passaram a fazer parte da lista de coberturas obrigatórias para beneficiários de planos de saúde. A decisão da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) vigora a partir desta quinta-feira (20), data da publicação, no Diário Oficial da Resolução Normativa 478 que trata da questão.

Segundo informou a ANS, o teste será coberto para os beneficiários de planos de saúde com segmentação ambulatorial, hospitalar ou referência e será feito nos casos em que houver indicação médica, para pacientes com Síndrome Gripal (SG) ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), entre o primeiro e o sétimo dia de início dos sintomas.

A decisão levou em conta a circulação e o rápido crescimento de casos relacionados à nova variante Ômicron, definida como variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 26 de novembro do ano passado.

A orientação dada pela ANS é que o beneficiário consulte a operadora do seu plano de saúde para informações sobre o local mais adequado para a realização do exame ou para esclarecimento de dúvidas sobre diagnóstico ou tratamento da doença. Lembrou também que a cobertura do tratamento aos pacientes diagnosticados com a Covid-19 já é assegurada aos beneficiários de planos de saúde.

O exame incluído no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS é o “Teste SARS-COV-2 (coronavírus covid-19) – teste rápido para detecção de antígeno”. A ANS reforçou que a cobertura “será obrigatória quando o paciente apresentar Síndrome Gripal (SG) ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), entre o 1° dia e 7° dia desde o início dos sintomas”. A resolução salienta que as solicitações médicas que atendam às condições estabelecidas na Diretriz de Utilização (DUT) devem ser autorizadas de forma imediata.

Com Agência Brasil

COMPARTILHE