Niterói por niterói

Publicado

Passaporte sanitário será cobrado a partir de sexta em Niterói; veja como funciona

“A Seguir: Niterói” reúne detalhes do decreto que institui a cobrança do comprovante de imunização em espaços públicos e eventos
Entrada de museus será condicionada à vacinação. Foto- Prefeitura de Niterói
Entrada de museus será condicionada à vacinação. Foto: Prefeitura de Niterói

A última semana de setembro é o prazo final para a população de Niterói ficar em dia com a vacinação. A partir de sexta-feira, 1 de outobro, entra em vigor a primeira fase do Programa Novo Normal Niterói, que organiza a volta da cidade à “normalidade”. Essa etapa inaugura a cobrança de comprovante de vacina para ingresso em eventos e espaços públicos de uso coletivo, o chamado passaporte sanitário.

O passaporte é uma exigência do município, seguindo uma prática que vigora em cidades pelo mundo e no Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro. É uma forma que os gestores públicos encontraram de ampliar a cobertura da vacina e a segurança dentro dos espaços públicos e privados de uso coletivo, num momento em que a pandemia começa a dar sinais de que está sob controle, graças à vacinação em massa.

Em Niterói, a realização de eventos também está condicionada à apresentação do comprovante de imunização, além do ingresso em locais públicos, como cinemas, teatros, museus e pontos turísticos. A partir de sexta-feira, quem não estiver com a imunização em dia, não entra.

Confira cinco perguntas e respostas sobre o passaporte sanitário em Niterói:

1) O que é passaporte sanitário? É um documento?
Resposta: Não exatamente. É uma comprovação de que a pessoa está em dia com as doses da vacina.

2) Como comprovar a vacinação?
R: Segundo o decreto da Prefeitura, basta apresentar o comprovante de vacinação ou aplicativo do ConecteSUS.

3) Quem precisa apresentar o passaporte da vacina?
R: Pessoas que já tenham sido contempladas pela vacinação. Em Niterói, pessoas acima de 12 anos já podem (e devem) se vacinar. Logo, o passaporte sanitário será exigido de todas as pessoas acima dessa idade.

4) A primeira dose basta para liberar acesso aos lugares?
R: Sim, desde que a segunda dose ainda não esteja atrasada. Ou seja, a pessoa precisa estar dentro do intervalo máximo entre doses. Quem tiver tomado a primeira de Pfizer ou AstraZeneca há mais de 12 semanas ou Coronavac há mais de 28 dias, já está com vacinação pendente. Não entra.

5) Ainda dá tempo de ficar em dia com o passaporte sanitário?
R: Dá, sim. Basta iniciar a imunização, tomando a primeira dose. E ficar de olho no prazo para não atrasar a D2. Caso contrário, a pessoa pode ser barrada nos espaços e eventos futuramente.

Veja em que lugares e situações será exigido o passaporte sanitário:

– Em museus, bibliotecas públicas, cinemas, teatros, salas culturais e exposições de artes em ambiente fechados;

– Nos parques de diversão, circos e outras atividades de entretenimento em
ambientes fechados;

– Em pontos turísticos que possuam controle de entrada, tais como, cobrança de tickets de acesso ou cadastro;

– Em eventos coletivos realizados em espaços fechados ou abertos, incluindo shows, conferências, convenções e feiras comerciais;

– Nas casas de festas, casas noturnas, pubs e boates;

– Em atividades vinculadas a projetos sociais e esportivos desenvolvidos pelo Município de Niterói (trabalhadores e usuários);

– Para acesso e permanência nos programas do Município de Niterói, tais como Renda Básica Temporária, Moeda Social e Empresa Cidadã

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email