Niterói por niterói

Publicado

Ocupação de leitos Covid privados de Niterói tem leve alta, mas ainda em estabilidade

Hospitais particulares apresentaram pequeno aumento no número de pacientes, mas abaixo do que poderia acender alerta no sistema de saúde
Ocupação hospitalar segue estável em Niterói. Divulgação:SMS
Ocupação hospitalar segue estável em Niterói. Divulgação/SMS

Os hospitais particulares de Niterói apresentaram uma leve oscilação positiva na ocupação de leitos destinados a pacientes Covid. De acordo com boletim divulgado nesta segunda-feira pelo Sindhleste, entidade que representa as unidades privadas, a semana começa com 30% das UTIs e 19% dos quartos ocupados.

Os últimos dados divulgados, referentes à última quinta-feira, mostravam ocupação de 28% da terapia intensiva e de 15% dos leitos clínicos. O crescimento, portanto, foi de apenas dois e quatro pontos percentuais, respectivamente, o que configura cenário de estabilidade.

Já os hospitais privados de São Gonçalo apresentam apenas 9% de ocupação de quartos, enquanto nas UTIs a taxa chega a 40%.

Mais de 10 mortos por dia

A curva chama a atenção no Painel da Covid, o mapa de acompanhamento da pandemia elaborado pela Secretaria Estadual de Saúde: foram registradas 73 mortes em Niterói na última semana epidemiológica, a SE 29 – mais do que o dobro das 29 da semana anterior, uma média de 10 mortes mortes por dia. Isso num momento em que os indicadores da doença melhoram em todo o pais, com queda de casos e falecimentos.

A Prefeitura de Niterói não explica os dados. É a única cidade do estado que não divulga os números diários da pandemia para que os moradores possam acompanhar o risco da doença. Desta forma, não é possível saber quantos destes casos se referem a mortes recentes e quantos correspondem a casos antigos que somente agora foram notificados, depois da confirmação da doença.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email