Niterói por niterói

Publicado

Obra em túnel de São Francisco começa nesta segunda; veja o que muda

Trânsito será desviado para a Estrada Leopoldo Fróes entre 21h e 6h pelos próximos dois meses; trajeto de ônibus será alterado
Túnel Roberto Silveira terá a abóbada reformada. Foto- Google Street View
Túnel Roberto Silveira terá a abóbada reformada. Foto: Google Street View

Começa nesta segunda-feira (19) a primeira fase da reforma nos túneis que fazem ligação entre os bairros de Icaraí e São Francisco. O primeiro a receber intervenções é o Roberto Silveira, extensão da Rua Lemos Cunha. Ao longo de aproximadamente dois meses, a galeria seria interditada das 21h às 6h, e o trânsito será desviado. De dia, a galeria permanecerá aberta.

Enquanto durarem as obras, o acesso de Icaraí a São Francisco será feito pela Estrada Fróes, que fica no fim da Avenida Jornalista Alberto Torres. Quem estiver na Rua Joaquim Távora deve percorrer toda a extensão da via até a Rua Lemos Cunha, que passará a operar em mão dupla enquanto o túnel estiver fechado, até a Avenida Ary Parreiras.

Já os ônibus que circularem de madrugada terão o trajeto desviado para o Túnel Raul Veiga. A galeria, que opera no sentido São Francisco-Icaraí ganhará uma faixa seletiva para coletivos das 21h às 6h. A Prefeitura de Niterói afirma que agentes da NitTrans estarão nas ruas orientando os motoristas sobre as alterações no trânsito.

Como fica o trânsito?

Túnel Roberto Silveira: a intervenção começa nesta segunda-feira, e o trabalho será executado sempre das 21h às 6h.

O deslocamento de Icaraí a São Francisco será pela Estrada Fróes, das 21h às 6h.

Quem estiver na Rua Joaquim Távora, deverá seguir até a Lemos Cunha, que vai operar em mão dupla, permitindo o retorno para a Avenida Ary Parreiras.

Agentes da NitTrans vão orientar os motoristas sobre os novos trajetos.

Os ônibus que circulam de madrugada entre Icaraí e São Francisco farão o trajeto em uma faixa reversível montada dentro do túnel Raul Veiga.

De acordo com a Prefeitura de Niterói, as obras, que consistem em limpeza da abóbada, verificação das estruturas e perfuração para instalação de grampos tirantes com tela e jateamento em concreto. A reforma da galeria será concluída até dois meses.

— Será um trabalho que vai demandar a integração de vários órgãos da Prefeitura para que a gente possa concluir o serviço com o menor impacto possível na rotina da cidade — afirma Paulo César Carrera, Presidente da Emusa, autarquia responsável pelo projeto.

O Túnel Raul Veiga será reformado na sequência, ou seja, a previsão é de que as intervenções comecem em setembro. A duração do projeto, no entanto, será maior, por se tratar de uma galeria mais extensa.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email