Niterói por niterói

Publicado

Nos principais hospitais privados de Niterói, apenas um paciente Covid segue em UTI

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Rede D’Or e Complexo Hospitalar de Niterói estão muito perto de zerar as internações por Covid
hospital oceânico
Hospitais de Niterói estão perto de zerar internados por Covid. Foto: Divulgação

Foram 20 longos e exaustivos meses de batalha contra a pandemia até que a rede hospitalar de Niterói chegasse a um momento emblemático. Nas principais unidades privadas da cidade, apenas um paciente Covid segue em cuidados intensivos. As outras centenas de leitos de UTI estão vazias.

Leia mais: Covid-19: taxa de ocupação da rede privada é a mais baixa de toda a pandemia

O paciente em situação mais aguda está internado no Niterói D’Or, que no auge da pandemia chegou a reservar andares inteiros da unidade para tratamento da Covid. Em outra unidade privada das mais importantes da cidade, o Complexo Hospitalar de Niterói, não há doente algum na UTI. Apenas três pacientes estão internados em quartos privativos, com quadros controlados da doença.

O último boletim divulgado pelo Sindhleste, entidade que representa os hospitais particulares, já mostrava que a rede começou a semana com a mais baixa taxa de ocupação de leitos reservados para Covid de toda a pandemia. Apenas 0,3% dos quartos e 3% das UTIs particulares da cidade estão ocupados.

No momento de maior gravidade da pandemia, os hospitais privados da cidade, somados, já chegaram a ter 450 pacientes internados com Covid, sendo 217 em UTIs e 233 em enfermarias ou quartos. Essa média foi registrada na semana epidemiológica 13, entre 28 de março e 4 de abril.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email