Niterói por niterói

Publicado

Niteroienses dão dica de como melhor utilizar Very Peri, a cor de 2022

Por Camila Araujo
| aseguirniteroi@gmail.com
Inédita: a cor criada pela Pantone encoraja a inovação e a criatividade pessoais
flor
Very Peri: “azul floral dinâmico com um subtom vermelho”. Imagem: Divulgação Pantone

Uma mistura de “azul floral dinâmico com um subtom vermelho”. Assim é Very Peri, a cor escolhida pela Pantone para simbolizar o ano de 2022. Na verdade, a empresa norte-americana cujo sistema cromático padroniza as indústrias têxtil e gráfica, em todo o mundo, criou essa cor.

Como usá-la e tirar o melhor proveito dela, no nosso dia-a-dia? Na opinião da cromoterapeuta niteroiense Claudia Baronto, do espaço Meditação com Gratidão, a Very Peri tem potencial para ajudar pessoas afetadas pela  depressão.

Ela informa que a cor azul já tem sido muito usada por terapeutas no auxílio de quadros depressivos, que não param de aumentar. Uma pesquisa feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2019, apontou o Brasil como o país mais ansioso do mundo, com quase 10% da população afetada por algum tipo de transtorno de ansiedade. Nas Américas, o país é o segundo, com aproximadamente 5,8% da população com depressão:

– O azul é uma das cores mais importantes desse espetro cromático porque atua no sistema nervoso. Ajuda a acalmar, tranquilizar, diminuir a ansiedade e, por consequência, reduzir a pressão arterial. O azul também propicia a diminuição do fluxo dos pensamentos e é ideal para induzir a paz e a tranquilidade. Associada à cor vibrante do vermelho, se torna um leve lilás, cor da transformação. A Very Peri me pareceu ter uma dosagem perfeita não apenas para atingir os sintomas de depressão, mas com potencial para estimular  transformações – comenta.

Antes, porém, de usar o tom em todas as roupas, na decoração de casa e nos objetos, a cromoterapeuta chama atenção para a importância do uso balanceado das cores.

Claudia observa que o próprio sol, fornece uma grande variação de cores: azul, das 5h às 7h (calmante, anestésico e analgésico); verde das 7h às 9h (equilibrador, antibactericida, anti-inflamatório); laranja e amarelo, das 9h às 10h (antidepressivo, fortalecendo os ossos, fixando o cálcio através da vitamina D). Ter isso em mente na hora de usar a Very Peri ajuda a pontencializar as combinações.

Isso porque, como afirma, a cromoterapia parte do princípio que “todo ser vivo é diretamente influenciado pelo espectro solar”. Além disso, “as células e o DNA de cada pessoa utilizam biofótons para armazenar e comunicar informações”. Assim, segundo a cromoterapeuta, todas as pessoas são, de fato, “seres de luz e cor”.

– Minha primeira dica é seguir a natureza, extraindo o nosso melhor suprimento. Aproximar-se mais do verde das matas, ir mais à praia, cultivar flores, alimentar-se o máximo dos alimentos coloridos, ou seja, frutas, legumes e verduras. A segunda dica é cultivar bons pensamentos. Nosso cérebro, com a neuroplasticidade, é capaz de se moldar e reagir a partir daquilo que interpretamos e imaginamos como realidade. O uso de uma determinada cor pode potencializar tudo isso”.

 

Sentimentos

 

A modelo e jornalista Cecília Boechat afirma que as cores, de fato, a ajudam a expressar seus sentimentos e estado de espírito.

 

– As cores traduzem se eu estou com uma energia mais quente, mais fria, uma vibração mais alta, mais baixa, o que eu quero transmitir e o que contempla com o que estou sentindo. É tanto uma comunicação com o mundo, quanto uma fidelidade ao que está dentro de mim – afirma.

 

A sensação que a cor de 2022 lhe provocou “foi de uma percepção mais profunda sobre onde se quer chegar frente a questões enfrentadas pela humanidade e pelo planeta”.

 

– Essa cor me chamou atenção porque é uma tonalidade muito conectada à espiritualidade e à intuição. Acredito que, daqui para frente e cada vez mais, é importante que nós estejamos conectados com nós mesmos e possamos nos desenvolver como ser humano. É essencial que a gente consiga ter uma percepção mais profunda de onde nós queremos chegar, tanto com relação à crise ambiental que estamos vivendo há anos, quanto a esse clima de caos humano que a pandemia deixou mais à mostra – comenta.

 

Na sua opinião, a Very Peri é uma criação bem-sucedida da Pantone. Pensar o seu uso na moda e na decoração pode, segundo a modelo, ajudar as pessoas a terem um tipo de pensamento e de intenção mais espiritual, uma vez que estarão mais cercadas pela sua vibração.

 

Cor do ano

 

Há mais de 20 anos, sempre no mês de dezembro, a Pantone anuncia a Cor do Ano, no caso, do ano seguinte. Para 2022, o ineditismo falou mais alto: a empresa não se limitou a escolher uma cor do seu amplo catálogo, mas, pela primeira vez, optou pela criação de uma.

Na época do anúncio da Very Peri (PANTONE® 17-3938) como a representante de 2022, a empresa justificou a criação sob a alegação que era preciso traduzir o atual momento pelo qual passa o mundo, que começa a emergir de um período de intenso isolamento.

 

De acordo com a Pantone, a Very Peri “mescla a lealdade e a constância do azul com o vermelho violáceo energético”, informou a Pantone em seu comunicado. “A cor violeta, o mais alegre e caloroso de todos os tons de azul estimula a criatividade e a inventividade em tempos de transformação”.

 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email