Niterói por niterói

Publicado

Niterói tem mais de 4 mil idosos com a segunda dose da vacina em atraso

Enquanto se prepara para iniciar a campanha da terceira dose, Prefetura faz busca ativa dos “meio vacinados”, que só tomaram a primeira dose
Vacinação de idosos- 4 mil estão atrasados. Foto- Prefeitura de Niterói
Vacinação de idosos: 4 mil estão atrasados. Foto: Prefeitura de Niterói

Às vésperas de abrir os postos de vacinação para aplicação da dose de reforço nos idosos, Niterói se empenha para alcançar os “atrasados”. Mais de 4 mil pessoas acima de 60 anos já deveriam ter completado a imunização contra a Covid na cidade, mas ainda não retornaram aos locais de vacinação. Os dados estão disponíveis na plataforma SIGeo, da Prefeitura.

Segundo o balanço de vacinação divulgado em 25 de agosto, até aquela data, 102.428 idosos de Niterói estavam com as duas doses da vacina. Entretanto, exatamente três meses antes, 106.655 haviam tomado a primeira dose. Como o intervalo máximo entre aplicações é de 90 dias (12 semanas) e as vacinas disponíveis em maio eram Pfizer e AstraZeneca, é possível estimar que todos os vacinados em 25 de maio já deveriam ter completado a imunização.

Ou seja, 4.227 idosos estariam com a vacinação em atraso, aproximadamente 4% de todo o grupo apto à segunda dose. Esse percentual é um pouco menor do que a média geral dos “atrasados”. Segundo informações divulgadas na semana passada pelo Secretário Municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, de toda a população maior de idade, em média 5% já deveriam ter retornado aos postos para concluir a imunização.

Busca ativa

A Prefeitura de Niterói pretende, nos próximos dias, intensificar as ações de busca ativa da população apta à primeira e segunda doses. A expectativa é de ampliar o percentual de vacinados dentro dos grupos que já foram convocados. Para isso, a Secretaria Municipal de Saúde tem intensificado campanhas de esclarecimento na redes sociais, via SMS e através das sirenes da Defesa Civil Municipal. A repescagem é permanente.

Pelos dados do site SIGeo, que concentra dados sobre a pandemia em Niterói, até o último dia 25, 399.765 pessoas já receberam a primeira dose da vacina, o equivalente a 77,6% de toda a população. O número de imunizados com as duas doses chega a 232.535, que corresponde a 45,1% de todos os moradores da cidade.

Segunda dose é problema no Brasil

Um levantamento feito pelo jornal Folha de São Paulo mostra que a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid é um motivo de preocupação. De acordo com os dados do consórcio de mídia, 62% já tomaram a primeira dose da vacina no país. Um número próximo das vacinas aplicadas, por exemplo, na Alemanha (64,2%) ou nos Estados Unidos (60,4%). No entanto, quando se analisa os dados da segunda dose, o Brasil perde posições: apenas 27,7% completaram a vacinação. Na Alemanha, o número é de 59,4% e, nos Estados Unidos, de 51,3%. Outros países já estão bem mais adiantados, caso de Portugal, com 73,2%, e do Uruguai, com 71,4%. A defasagem se explica pela lentidão da campanha de imunização no Brasil, interrompida várias vezes por falta de vacina, mas também pelo quantidade de vacinas da AstraZeneca e da Pfizer usada no país, que devem ser aplicadas com intervalo de três meses entre as doses.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email