Niterói por niterói

Publicado

Niterói estimula a produção local de alimentos: hortifrutis, queijos, ovos, mel e embutidos

Produtores de alimentos de origem animal terão selo da Vigilância Sanitária para ampliar a comercialização
Prefeitura cria programa de estímulo à produção local. Foto- Divulgação: Prefeitura
Prefeitura cria programa de estímulo à produção local. Foto: Divulgação/ Prefeitura

Um selo de qualidade para alimentos produzidos por pequenos produtores em Niterói. A Prefeitura pretende criar na Vigilância Sanitária o Serviço de Inspeção Municipal (SIM), para atestar a qualidade de alimentos de origem animal produzidos por pequenos produtores agroecológicos de Niterói. Com a lei, eles poderão ampliar a comercialização de seus produtos, antes restritos pela falta de certificação.

O projeto foi enviado para a Câmara dos Vereadores. Sendo aprovado, permitirá que os produtores comercializem produtos como mel, ovos, tilápia, queijos e embutidos em maior escala e para estabelecimentos como supermercados e lojas, além de terem facilidade de escoamento da produção e geração de emprego e renda.

A criação do SIM é uma das iniciativas do programa de incentivo à agroecologia, que já estimula a produção de hortifrutis orgânicos. O município estuda a criação e implantação de políticas públicas de apoio ao produtores para incentivar e fomentar a produção rural urbana na cidade.

– Com isso a gente consegue fazer com que a produção de Niterói possa alcançar e acessar mais mercados. Niterói tem uma grande área urbana, então muitos ficam surpresos de termos esse segmento tão importante. Vamos regulamentar, organizar e criar leis de forma que o setor fique garantido. A certificação deles é muito importante. Vamos enviar uma mensagem para a câmara criando o selo da agroecologia para que seja uma chancela para os produtores. Os produtores e precisam desse incentivo – disse o Prefeito Axel Grael.

Entre os benefícios que os produtores certificados terão estão a criação de oportunidades para o escoamento interno da produção, abertura de linha de crédito, incentivo para comercialização e criação de um selo de qualidade e certificação.

Produtores rurais

Niterói tem hoje cerca de 68 produtores rurais diretos e 102 indiretos trabalhando em sítios ou chácaras em corredores produtivos em localidades como: Muriqui, Pendotiba, Sapê, Rio do Ouro, Chibante, Vila Romana, Alto do Muriqui, Jacaré, Várzea das Moças e Engenho do Mato. Nesses locais, entre outras coisas, são produzidos queijo e leite de cabra, frutas e hortaliças, e cogumelos shitake.

– A agroecologia reduz o impacto ambiental negativo e recupera serviços ambientais dentro do tripé da sustentabilidade. Essas pessoas recuperam e mantem essas áreas. Não é só no ganho de emprego e renda, eles estão próximos à áreas de proteção, mas também mantém as áreas verdes cada vez mais seguras -, afirma Allan de Souza Gama Teixeira , cientista ambiental da Secretaria de Meio Ambiente.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email