Niterói por niterói

Publicado

Niterói debate o uso medicinal de cannabis em audiência pública

Evento público desta quarta-feira será transmitido pela internet
Legislação pode melhorar e baratear o tratamento de doenças graves e crônicas. Foto- Arquivo pessoal Marilene de Oliveira.
Legislação pode melhorar e baratear o tratamento de doenças graves e crônicas. Foto: Arquivo pessoal Marilene de Oliveira.

Pacientes de Niterói que esperam a liberação do uso de medicamentos à base de cannabis darão mais um passo nesta quarta-feira (18). Uma audiência pública às 18h irá abrir o assunto para debate. Serão apresentadas evidências da relevância do extrato de maconha na melhora de diversos quadros clínicos difíceis de tratar com outras drogas mais populares na medicina.

A Associação de acesso à Cannabis Medicinal (Abrario), defende o uso da substância e ajuda pacientes e suas famílias a conseguir fazer o tratamento de forma legal. Uma nova política municipal poderia desburocratizar o acesso a um medicamento barato que trata doenças como epilepsia, dores crônicas, e síndrome Rasmunssen, da qual o filho de Marilene de Oliveira sofre. Pensando em ajudar o filho e outras famílias com o mesmo drama, ela fundou a Abrario:

– Espero conseguir mostrar a importância desse tratamento para as pessoas, a mudança que pode fazer em toda uma família! Que esse preconceito que ainda existe se quebre e as pessoas entendam que a cannabis é vida, afinal devolveu a vida ao meu filho e pode devolver a de muitas pessoas! – diz, confiante.

A Secretaria de Meio Ambiente informou em nota que espera que abrindo o assunto ao debate público possa ajudar a cidade a avançar no assunto de maneira inteligente e destacou a importância da matéria para pessoas sem ou com muito pouca renda:

“Submeter a matéria ao debate público é mais um passo rumo à aprovação desse necessário projeto de lei. É fundamental que pacientes com baixa renda e que precisam do tratamento com a cannabis medicinal possam receber medicamentos de forma gratuita no município, sejam remédios nacionais ou importados. Niterói sempre foi uma cidade progressista, de vanguarda, tenho certeza que aprovaremos esse projeto com apoio da sociedade niteroiense”, dia a nota.

A Audiência Pública estará disponível às 18h desta quarta-feira (18) no link https://www.facebook.com/camaraniteroi .

Projeto pode democratizar tratamento em Niterói

O tema já é debatido nacionalmente, e para preparar a cidade para uma possível liberação do uso do Canabidiol (CBD) em medicamentos produzido no Brasil, Marilene recorreu à Câmara Municipal de Niterói. Sua história sensibilizou o vereador Leandro Portugal (PV), e motivou a elaboração do Projeto de Lei 00124/2021, que propõe a criação de uma Política Municipal de uso da cannabis para fins medicinais e distribuição gratuita de medicamentos feitos à base do extrato da planta

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email