Niterói por niterói

Publicado

Niterói aplicou doses vencidas de vacina AstraZeneca, diz jornal

Em todo o país, 26 mil pessoas receberam o imunizante depois do prazo; erro foi descoberto pela “Folha de São Paulo”
niterói-aplicou-quatro-doses-de-vacina-vencida-diz-jornal
Em todo o país, 26 mil pessoas receberam o imunizante depois do prazo; erro foi descoberto pela “Folha de São Paulo”

O Brasil aplicou mais de 26 mil doses de vacinas da AstraZeneca vencidas e quatro delas foram em Niterói. As informações foram publicadas pelo jornal “Folha de São Paulo”, nesta sexta-feira, e se baseiam em dados do próprio Ministério da Saúde, responsável pela distribuição do imunizante.

Até 19 de junho, os imunizante com prazo expirado haviam sido aplicados em 1.532 municípios brasileiros. Os que administraram mais doses foram Belém (PA), São Paulo (SP), Nilópolis (RJ) e Salvador (BA). Os demais receberam menos de 700 vacinas, sendo que na maioria o número de pessoas imunizadas não chegou a dez.

Este foi o caso de Niterói, que, de acordo com o levantamento da “Folha” teve apenas quatro doses aplicadas. Duas delas foram na Policlínica do Barreto, uma no Vital Brazil e outra em Itaipu. O levantamento, no entanto, não informa quando as doses foram ministradas.

Todas as vacinas expiradas em Niterói são do mesmo lote, o 4120Z005, de onde procedem 70% das doses ministradas fora da validade no país. Esse código aparece no comprovante de vacinação.

Quem se vacinou em outras cidades deve procurar o posto de vacinação se tiver recebido imunizante de dos seguintes lotes: 4120Z001, 4120Z004, 4120Z005, 4120Z025, CTMAV501, CTMAV505, CTMAV506, CTMAV520, 4120Z025.

Doses expiraram em abril

De acordo com a reportagem da “Folha”, o levantamento mostra que as vacinas vencidas são de oito lotes diferentes. Metade deles veio do Instituto Serum, na Índia, e a outra metade, da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). Além das 26 mil aplicadas, há outras 114 mil doses que também expiraram, mas não há informações sobre eventual aplicação ou descarte.

As vacinas foram distribuídas de janeiro a março pelo Ministério da Saúde e só expiraram em abril. À “Folha”, o ministério disse que acompanha a validade das vacinas a serem distribuídas, mas responsabilizou estados e municípios pela vigilância dos prazos que constam nos frascos.

O A Seguir: Niterói entrou em contato com a Prefeitura solicitando posicionamento. A Secretaria Municipal de Saúde negou ter aplicado vacinas vencidas e informou que o que ocorreu foi um erro de digitação durante o lançamento dos dados no sistema. Leia, na íntegra, a nota oficial:

“A Secretaria Municipal de Saúde de Niterói esclarece que o lote 4120Z005 da vacina AstraZeneca com validade para 14/04/21 foi totalmente distribuído e usado no mês de fevereiro, dentro do prazo de validade. Nos casos identificados como possível aplicação de vacina vencida, houve, na verdade, erro de digitação do lote no sistema.

Foram seis pessoas que receberam vacinas dos lotes: 213VCD017W, no dia 22/04/21; 213VCD005ZVA, em 26/04/21; 214VCD043W, nos dias 29/04/21 e 04/05/21; e 214VCD096Z, em 20/05. Todos os lotes estavam na validade quando aplicados.

Os usuários foram identificados pela equipe de Vigilância em Saúde e serão informados que as vacinas estavam dentro da validade no momento da aplicação”.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email