Niterói por niterói

Publicado

Não foram maus-tratos: gato que caiu da Ponte escapou de carro; veja vídeo

Imagens mostram o momento exato em que animal sai do carro em movimento e atravessa a pista; ele caiu na água logo depois
Gato cai da ponte Rio-Niterói e é resgatado por praticantes de caiaque: Foto- Reprodução Redes Sociais
Gato cai da ponte Rio-Niterói e é resgatado por praticantes de caiaque/ Foto: Reprodução Redes Sociais

A notícia de que um gato teria sido jogado da ponte Rio-Niterói neste domingo (15) gerou revolta nas redes e protestos contra o que pareciam maus-tratos ao animal, que é considerado crime. Mas, diferente do que se imaginava, o bichinho não foi jogado da ponte. Imagens das câmeras de segurança da Ponte Rio-Niterói revelam que o gato escapou da estrutura do carro e, desorientado, saiu correndo pela ponte e caiu na Baía de Guanabara, sendo, por fim, resgatado pelos pescadores que passavam de caiaque pelo local. O gatinho foi levado para a terra e em poucos minutos conseguiu um novo lar.

De acordo com as imagens divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal, tudo indica que o animal estava preso na lataria de um veículo e caiu quando o carro estava na Ponte Rio-Niterói. As imagens mostram ainda que o gato foi em direção ao canteiro central e chegou a atravessar as pistas até cair da ponte. Alguns carros chegaram a desviar e evitaram o atropelamento.

Maus-tratos com animal constituem crime

No Brasil, maltratar um animal é crime previsto em lei 9.605-98, artigo 32. A pena para quem for condenado vai de 2 a 5 anos de prisão, além do pagamento de multa e inclusão do nome no registro de antecedente criminal. A lei protege não só os animais silvestres, mas também os domésticos. Abandonar um cachorro ou gato, por exemplo, também é classificado como maus-tratos pela lei.

Ecoponte parabeniza atitude dos praticantes de caiaque

Em nota, a concessionária Ecoponte afirma que encaminhou para a autoridade policial competente, nesta terça-feira (17), as imagens que mostram a ocorrência envolvendo um felino na Ponte Rio-Niterói no último domingo (15). Após intensa varredura em quase todas as câmeras de monitoramento da rodovia, a concessionária constatou que o animal caiu de um veículo em movimento na faixa de alta velocidade, cruzou a pista e não foi mais localizado.

Quando a concessionária identifica uma ocorrência envolvendo animal na Ponte, é comum que as equipes interditem temporariamente os dois sentidos da rodovia. A medida tem como objetivo preservar a vida do animal, dos usuários e dos colaboradores da empresa. Os animais resgatados na Ponte são encaminhados para avaliação de um médico veterinário, e caso seja necessário, a concessionária disponibiliza todos os cuidados para contribuir com a recuperação plena da saúde do animal. No entanto, a dinâmica da ocorrência do último domingo não possibilitou acionar estes recursos.

A Ecoponte parabeniza, por fim, os praticantes de caiaque que conseguiram resgatar o felino com vida na Baía de Guanabara e agradece seus usuários, que demonstraram grande preocupação em defesa da vida animal. A concessionária reitera seu compromisso socioambiental, que é um dos seus pilares de governança e assim direciona suas ações de responsabilidade social.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email