Niterói por niterói

Publicado

Musical do Belchior, feira na UFF e exposição no MAC são as atrações do fim de semana em Niterói

Por Livia Figueiredo
| aseguirniteroi@gmail.com
A Seguir lista as principais atrações da cidade, que inclui ainda yoga na praia de graça e peça com a atriz Vera Fischer no Theatro Municipal
espetáculo belchior
Espetáculo que retrata a história de Belchior entra em cartaz na Sala Nelson Pereira dos Santos a partir desta sexta (5). Foto: Divulgação

Ilude-se quem pensa que há poucas atividades rolando na cidade. Niterói segue na rota dos bons programas, com opções variadas para o público. Os destaques do fim de semana são o musical “Belchior: Ano Passado Eu Morri, Mas Esse Ano Eu Não Morro”, em curtíssima temporada na Sala Nelson Pereira dos Santos, no Reserva Cultural. Músicas célebres como “Alucinação”, “Apenas Um Rapaz Latino Americano” e “Como Nossos Pais” fazem parte do repertório. Entra em cartaz também uma peça de humor ácido e inteligente com a atriz Vera Fischer no Theatro Municipal.

Leia mais: Curso itinerante sobre a literatura niteroiense será realizado durante todo o ano

A Feira Flecha chega a sua segunda edição no Centro de Artes UFF com uma série de oficinas, além de comida, bebida, música ao vivo, artesanato e ainda uma feira de vinis e stands de tatuagem e piercing. Vale conferir também as novas mostras do MAC e da galeria do Reserva Cultural. E claro, um tempo para cuidar do corpo também é muito bem-vindo. Neste domingo, um aulão de yoga gratuito com apresentação musical tomará conta da praia da Boa Viagem.

Confira abaixo:

  • Belchior, o musical, na Sala Nelson Pereira
Musical do Belchior faz um recorte de sua juventude por meio de uma dramaturgia formada por trechos de entrevistas do próprio cantor. Foto: Divulgação

O espetáculo sobre a carreira e vida do compositor cearense retorna aos palcos para apresentações únicas na Sala Nelson Pereira dos Santos. Será nesta sexta-feira e sábado, às 20h, e domingo, às 19h, na Sala Nelson Pereira dos Santos, em São Domingos. No musical, o público poderá reviver músicas e acontecimentos marcantes da obra e da vida do cantor e compositor Belchior, no espetáculo “Belchior: Ano Passado Eu Morri, Mas Esse Ano Eu Não Morro – O Musical”, que retorna aos palcos com novo texto e novo repertório.

O musical faz um recorte de sua juventude por meio de uma dramaturgia formada por trechos de entrevistas do próprio cantor, que é interpretado por Pablo Paleologo, enquanto Bruno Suzano interpreta o Cidadão Comum, personagem recorrente nas canções de Belchior e, de certa forma, seu alter ego. Conta também com a participação de uma banda ao vivo com cinco músicos: Silvia Autuori (baixo/violino), Emília B. Rodrigues (bateria), Thomas Lenny (teclado) e Rico Farias (violão/guitarra).

No repertório estão sucessos como: “Alucinação”, “Apenas Um Rapaz Latino Americano”, “A Palo Seco”, “Na Hora do Almoço”, “Todo Sujo de Batom”, “Coração Selvagem”, “Medo de Avião”, “Mucuripe”, “Como Nossos Pais”, “Paralelas”, “Velha Roupa Colorida”, “Sujeito de Sorte”.

Serviço:

“Belchior – Ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro – O Musical”
Datas: 05, 06 e 07 de agosto de 2022
Horário: sexta e sábado, às 20h; e domingo, às 19h.
Duração do show: 70 minutos.
Classificação Indicativa: 12 anos.
Ingressos: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia).
Link das vendas: Sympla

Local: Sala Nelson Pereira dos Santos.
Endereço: Av. Visconde do Rio Branco 880.São Domingos, Niterói – RJ.

Protocolos sanitários:

É necessário apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid em dia, no formato impresso ou digital, acompanhado de um documento com foto. É facultativo o uso de máscaras pelo público durante a permanência nas dependências da sala.

  • Peça com Vera Fischer no Municipal
“Quando Eu For Mãe Quero Amar Desse Jeito” em cartaz no Theatro Municipal na sexta, às 20h e no sábado e domingo, às 19h. Foto: Divulgação

O Theatro Municipal de Niterói recebe a peça “Quando Eu For Mãe Quero Amar Desse Jeito”, com Vera Fischer, Larissa Maciel e Mouhamed Harfouch, em cartaz somente desta sexta a domingo. Trata-se de um espetáculo de humor ácido e inteligente que fala de temáticas como a necessidade de perpetuar, o status financeiro, o medo da morte e as relações de poder e amor estabelecidas entre pais e filhos.

Vera Fischer é Dona Dulce Carmona, uma septuagenária que recebe a notícia de que seu único filho, Lauro (Mouhamed Harfouch), vai se casar com uma mulher que ela não conhece (Larissa Maciel). A comédia mostra a luta de uma mãe obcecada para dar ao filho um futuro digno de sua ‘classe social’. A aristocrática Dona Dulce Carmona entra numa guerra com a noiva do filho para manter a imagem da família. Além do amor materno, há outros amores permeando a peça: o amor do filho pela mãe, do homem pela mulher, da mulher pelo homem, e, até, pelos filhos que poderão vir.

Protocolos sanitários:

É necessário apresentar o comprovante de vacinação em dia, no formato impresso ou digital, acompanhado de um documento com foto. É facultativo o uso de máscaras pelo público durante a permanência nas dependências do teatro.

Serviço:

Quando Eu For Mãe Quero Amar Desse Jeito
Datas: de 5 a 7 de agosto de 2022
Horário: Sexta, às 20h; Sábado e domingo, às 19h
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 80 minutos
Ingresso: R$ 120 (Inteira) / R$ 60 (Meia)

Local: Theatro Municipal de Niterói
Endereço: Rua XV de Novembro, 35, Centro, Niterói
Telefone: 3628-6908

Bilheteria

Sympla – vendas online.
Ingressos à venda também na bilheteria do teatro – aceita dinheiro, cartões de crédito/débito e Vale Cultura
Horário de Funcionamento:
Dias com espetáculo – Quarta a domingo, das 14h até o início do mesmo.
Dias sem espetáculo – Quarta a sexta, das 14h às 18h.

  • Feira Flecha, na UFF
Oficina de pintura é uma das apostas da Feira Flecha, no Centro de Artes UFF, neste fim de semana. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Neste fim de semana vai rolar mais uma edição de “Flecha, a feira” no Centro de Artes UFF. A Flecha é um encontro de feiras que conta com atrações para todos os gostos, com comida, bebida, música ao vivo, recreação infantil e oficinas. Integram o evento a Rede Colmeia de Mulheres, Banca Gráfica, Feira de Vinil, NitComics e Studio de Tatuagem e Piercing. A feira será realizada neste sábado, 6 de agosto, das das 10h às 19h e no domingo, dia 7, das 10h às 18h. A entrada é franca.

  • Yoga na praia
Evento pioneiro na cidade “Yoga na Praia” completa seis anos, com edição especial. Foto: Divulgação
No próximo domingo, dia 7 de agosto, o “Yoga na Praia”, evento pioneiro na cidade que já virou tradição, fará uma aula gratuita de yoga, às 9h. A ação integra parte das comemorações do aniversário de 6 anos do espaço de Yoga, Meditação e Vedānta Dharma Bhūmi.
Para ampliar o clima de festa, uma apresentação musical será conduzida pelo professor de Yoga e Vedānta Bruno Jones, uma importante referência de Vedānta no país. Toda a programação é gratuita e aberta ao público, porém, vale ressaltar que nesta edição, o kirtan será com capacidade limitada devido às medidas de segurança. A contribuição é voluntária.
  • Nova exposição no MAC

Oito fragmentos de madeira encontrados na natureza foram transformados em escultura pela artista plástica Wil Catarina. As obras compõem a exposição “O que o olhar evoca” que ocupará o mezanino do Museu de Arte Contemporânea de Niterói, a partir deste sábado, 6 de agosto, às 15h.

Estes fragmentos foram também “traduzidos” pela artista em 22 desenhos intitulados “Expressões Gráficas”, realizadas sobre papel craft, em dois tamanhos diferentes. Para acompanhar a tridimensionalidade dos fragmentos naturais, a artista criou um conjunto de troncos em papietagem, visando articular o espaço através de mais uma interpretação de seu olhar.

Serviço:

Exposição “O que o olhar evoca”

Abertura: dia 06/08, sábado, das 15h às 20h

Horário: de terça a domingo, das 10h às 18h

Local: Mezanino do Museu de Arte Contemporânea de Niterói

Endereço: Mirante da Boa Viagem s/n, Boa Viagem, Niterói

Período de visitação: de 07/08 a 25/09

  • Mostra “Poderia chamar de amor¿”, no Reserva
Thumbnail. Foto: Letícia Tartarotti

Artista visual, poeta e produtora cultural Leticia Tandeta Tartarotti ocupa a Galeria Reserva Cultural com a mostra gratuita “Poderia chamar de amor¿” O projeto, iniciado em 2018, reúne mais de 800 imagens capturadas pelo celular e coladas diretamente na parede, além de vídeos da artista. Imagens de trajetos, filmes e cenas cotidianas compõem a obra.

O que se registra é da ordem do acontecimento mínimo, íntimo, das pequenas transformações que se dão na sobreposição dos instantes. Uma proliferação de cenas e possibilidades infinitas de montagem vão se contaminando.

A exposição permanece no Reserva Cultural diariamente das 12 às 22h até o dia 29 de agosto.

Sobre a artista

Leticia Tandeta Tartarotti [1961) nasceu, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Artista plástica, poeta e produtora cultural. É uma das co-gestoras do espaço autônomo de arte A MESA, iniciado no Morro da Conceição e atualmente com programação itinerante. Em outubro de 2014 lançou seu primeiro livro de poesia Tirem meu nome de mim, pela Editora 7 Letras.

Frequentou oficinas na EAV do Parque Lage com Daniel Senise e Beatriz Milhazes na década de 80 e com David Cury de 2005 a 2009. Criou e coordenou de 2009 a 2012 a plataforma de artes FaceArte, veiculada pelo Facebook. Realizou exposições individuais na Casa de Cultura Laura Alvim em 1992, e nA MESA, com curadoria de Pollyana Quintella, em 2018. Em 1989 foi uma das selecionadas da exposição Novos Novos, do Centro Empresarial Rio. Participou de diversas exposições coletivas, entre elas Experiência 9+1, no CCJF (2017); Somos todos Clarice, na Galeria do Lago do Museu da República (2016), Cultivar o deserto como um pomar às avessas, na Galeria de Artes da UFF (2016), e Pavilhão, na Casa França Brasil (2015) entre outras.

  • Arraiá em Camboinhas e no Baldeador
Em Camboinhas, o arraiá terá apresentações dos grupos Brasília e Forró Informal no dia 6 e dos cantores Maurício Paraxaxar e do sertanejo Thiago Messer no dia 7. Foto: Reprodução/Internet

Agosto já começou, mas a cidade continua em clima de festas juninas: no próximo fim de semana, terão pelo menos duas na cidade: o Arraiá de Camboinhas, nos dias 6 e 7 de agosto, e o Arraiá do Baldeador, no dia 6. Os eventos promovidos pela Prefeitura de Niterói são abertos, com entrada gratuita, e têm atrações para todas as idades.

Em Camboinhas, o arraiá terá apresentações dos grupos Brasília e Forró Informal no dia 6, e dos cantores Maurício Paraxaxar e do sertanejo Thiago Messer no dia 7. Os shows acontecem a partir das 17h em ambos os dias. A festa contará também com barraquinhas de comidas típicas e com os foodtrucks já tradicionais nos eventos da cidade. O evento acontecerá das 14h às 22h, na Praça Vereador João Batista Petersen Mendes.

Já no Baldeador, a festa terá roda de samba com Alexandre Bispo e, além das comidas típicas, oferecerá brinquedos e atividades para o público infantil. O arraiá acontece no sábado, das 17h às 22h, no Campo da Cova da Onça, na Estrada Bento Pestana.

As festas são organizadas pela Coordenadoria Geral de Eventos (CGE). Em Camboinhas, a organização é em parceria com a Administração da Região Oceânica, Fundação de Arte de Niterói (FAN), Secretaria de Cultura de Niterói, Neltur e a loja The Work Sign. No Baldeador, o evento tem apoio da Associação de Moradores do local.

Serviço:

Arraiá de Camboinhas

Data: 6 e 7 de agosto

Horário: 14h às 22h

Local: Praça Vereador João Batista Petersen Mendes

Arraiá do Baldeador

Data: 6 de agosto

Horário: 17h às 22h

Local: Campo da Cova da Onça, na Estrada Bento Pestana.

COMPARTILHE