Niterói por niterói

Publicado

MTST faz ato na Prefeitura de Niterói para reivindicar moradias populares prometidas

Por Fabiana Batista
| aseguirniteroi@gmail.com
Cerca de 70 manifestantes ocuparam o saguão da Prefeitura de Niterói, no Centro
WhatsApp Image 2021-11-09 at 11.37.28 (2)
Manifestante segura cartaz “Grael tira nossas casas do papel” Foto: Divulgação

Intgrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) de Niterói realizaram, nesta terça-feira, ato na Prefeitura para cobrar andamento nas negociações de moradia que já se arrastam há seis anos na cidade. Segundo Julia Ladeira, coordenadora do movimento no Rio, o terreno já foi desapropriado, uma parcela do recurso para o projeto já foi empenhada e o contrato aprovado. As unidades, no entanto, ainda não saíram do papel.

– Já temos boa parte do orçamento garantido, mas precisamos que a Prefeitura se responsabilize com o recurso que falta, pois o que eles querem disponibilizar não é suficiente.

Manifestantes do MTST estiveram na Prefeitura. Foto: Divulgação

Desde 2015 em negociação

O MTST ocupou um terreno, em 2015, no Largo da Batalha e, desde então, negocia com a Prefeitura a construção de habitações em Niterói. Em nota, o movimento explica que atualmente 92 famílias dependem dessas unidades habitacionais “nesse momento de retrocesso nas políticas públicas de moradia federal, Niterói tem a chance de ser uma cidade que vai contra a maré”.

Foto: Comunicação do MTST

– O prazo para o envio do projeto à Caixa Econômica Federal, que tem a caneta para aprová-lo ou não, está terminando e, caso a Prefeitura não se responsabilize, perderemos o que foi negociado até agora, explica Julia.

Após ocupar o saguão por uma hora, uma comissão foi recebida por representantes do Executivo.

Cerca de 70 pessoas ocuparam o saguão da Prefeitura Foto: Divulgação

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email