Niterói por niterói

Publicado

Laudos indicam tiros nos olhos, nas costas e no crânio de vítimas de chacina no Salgueiro, em São Gonçalo

Resultado de perícia nos corpos dos nove assassinados foi revelado nesta quarta; polícia já recolheu armas dos PMs envolvidos na operação
Moradores estão assustados com violência da ação da PM. Foto de leitor
Carros da PM na comunidade do Salgueiro no dia seguinte à chacina

Os laudos de perícias feitas nos corpos dos nove mortos no Salgueiro, complexo de favelas em São Gonçalo, indicam várias lesões causadas por tiros em diversos lugares dos corpos como olho, costas e outros. Os exames, divulgados pelo G1, também confirmaram fraturas em crânios. Os corpos foram encontrados em um mangue no Salgueiro.

 

A matança ocorreu durante operação da Polícia Militar no fim de semana. PMs voltaram ao complexo no domingo após a morte de um sargento na região no sábado. Até agora nove corpos foram encontrados, mas moradores chegaram a falar em 20 mortos, o que não foi confirmado,

Os laudos foram feitos pelo IML da Polícia Civil. As armas dos PMs que participaram da operação já foram recolhidas e a Polícia Civil investiga o caso. Segundo o G1, os resultados da perícia são os seguintes:

 

 

 

  • Kauã Brenner Gonçalves Miranda, 17 anos

Nove tiros: um no peitoral esquerdo; um no peitoral direito; três na parte de cima da coxa direita; um na parte interna da coxa direita; um na parte de fora do terço inferior da perna direita.

Causa da morte: hemorragia interna após ação perfuro-contundente (tiro).

 

  • Rafael Menezes Alves, 28 anos

Seis tiros: um tiro no olho; três tiros no torso, sendo pelo menos um nas costas; tiro no braço direito.

Causa da morte: lesão cerebral e hemorragia interna após ação perfuro-contundente (tiro).

 

  • Carlos Eduardo Curado de Almeida,  31 anos

Sete tiros: olho; têmpora esquerda; flanco direito; púbis (lado esquerdo); coxa direita e perna direita.

Causa da morte: fraturas no crânio, laceração do encéfalo, hemorragia interna por ação perfuro-contundente (tiro).

 

  • Jhonata Klando Pacheco Sodré,  28 anos

Cinco tiros: cabeça; parte direita das costas; Ilíaco direito; coxa direita; coxa esquerda.

Causa da morte: hemorragia interna, choque hipovolêmico, fratura do crânio e lesão do encéfalo após ação perfuro-contundente (tiro).

 

  • Élio Da Silva Araújo, 52 anos

Três tiros: um na base do pescoço; um abaixo da Três tiros: um na base do pescoço; um abaixo da escápula/omoplata esquerda; um abaixo da escápula/omoplata direita.

Causa da morte: hemorragia interna e choque hipovolêmico após ação perfuro-contundente (tiro).

 

  • Ítalo George Barbosa de Souza Gouvêa Rossi, 33 anos

Seis tiros: base do crânio; tórax do lado esquerdo; tórax do lado direito; região lombar; punho esquerdo; punho direito.

Causa da morte: hemorragia interna, choque hipovolêmico e traumatismo raquimedular após ação perfuro-contundente (tiro)

 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email