Niterói por niterói

Publicado

Ilha da Boa Viagem começa obras para reabrir em 2023, com igrejinha restaurada

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Projeto tem investimento de R$ 5,5 milhões e inclui reforma do Fortim e da sede dos Escoteiros
DSC_5441_copy_4176x2784 (1)
Obras começaram na Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem. Foto: Prefeitura/ Leonardo Simplício

A Ilha da Boa Viagem está em obras. Começou a restauração da Capela Nossa Senhora da Boa Viagem, do Castelo (sede dos escoteiros) e do Fortim.  A Prefeitura de Niterói destinou R$5,5 milhões para a recuperação de um dos cartões postais da cidade. O projeto prevê também a construção de uma área administrativa e um ambiente cultural com espaço para exposições. A previsão de conclusão das obras é março de 2023.

O conjunto arquitetônico é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e tem forte apelo para o turismo, mas está bastante deteriorado. Segundo o presidente da Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa), Paulo Cesar Carrera, “a intervenção do conjunto de monumentos históricos da ilha será realizada sem descaracterizar o patrimônio histórico. ”

História – A Ilha da Boa Viagem abriga dois monumentos históricos: a capela de Nossa Senhora da Boa Viagem e o fortim, ambos do século XVIII. Entre a Segunda Guerra Mundial e o fim da década de 1940, também foram construídas mais duas muralhas, sendo uma delas semelhante a um pequeno castelo. A ilha se conecta ao continente por meio de uma ponte de concreto. Tombada como patrimônio natural e histórico, Boa Viagem tem edificações construídas no alto de uma escada de 127 degraus, o que torna o local um destino atraente, repleto de vistas deslumbrantes.

COMPARTILHE