Niterói por niterói

Publicado

Hotéis de Niterói chegam a lotar nos fins de semana hospedando … moradores da cidade

Por Sônia Apolinário
| aseguirniteroi@gmail.com

COMPARTILHE

Feriadão tem taxa de ocupação de 60% no setor hoteleiro. Porém, nos fins de semana, é o niteroiense que movimenta o segmento, na cidade
Piscina do H Hotel
A vista da piscina do H Hotel Niterói. Fotos: Divulgação

Feriadão à vista, hotéis e pousadas de Niterói se preparam para receber os turistas que escolheram a cidade para passar seus dias de folga. O 7 de Setembro está rendendo uma taxa média de ocupação de 60% no total de quartos disponíveis, na cidade, mesmo tão perto da concorrência do Rio. Mas um olhar mais atento nos números do setor hoteleiro traz uma revelação: nos fins de semana, a ocupação tem sido maior, chega até a 100%. É que,  além dos forasteiros, são os próprios moradores de Niterói que procuram os hotéis da cidade.

Foi isso o que o A Seguir descobriu conversando com gerentes de estabelecimentos bem distintos como o H Niterói Hotel, no Ingá, e a pousada Camboinhas Beach, na Região Oceânica. Uma tendência que confere com o número de “casas de veraneio” registrado no censo 2022 e o aumento do aluguel de imóveis por temporada, especialmente, na Região Oceânica. “É uma delícia”, diz Silvia Clara, que mora em Icaraí e tem um apartamento em Itacoatiara, onde se refugia nos fins de semana.

Leia mais: Dicas para quem fica e quem vem: confira opções para curtir o feriadão em Niterói

A ocupação dos hotéis

Moradores costumam turistar em Niterói se hospedando em hotéis da cidade, como o H Hotel, no fim de semana.

No H Niterói Hotel, rotineiramente, são pessoas do meio corporativo do segmento offshore que mais ocupam os 264 quartos do estabelecimento. Segundo a gerente de contas Deise Rodrigues, esse público também estará na cidade, durante o feriado de 7 de Setembro. Porém, são os próprios moradores de Niterói que garantem uma ocupação alta, no hotel, o ano todo.

– Muitas pessoas da cidade nos procuram para passar o fim de semana no hotel, atraídos, principalmente, pela nossa piscina na cobertura, com vista total para a Baía de Guanabara. Também somos muito procurados pelas noivas que se hospedam na véspera do casamento, se arrumam no hotel e saem daqui direto para a igreja – conta Deise.

Com diárias a partir de R$ 429, o H Niterói Hotel está com 65% de ocupação para o dia 7 de setembro e 69% para o dia 8. Deise contou que, mais recentemente, muitos argentinos têm se hospedado por lá para passear pela cidade.

Do Ingá, para a Região Oceânica, a pousada Camboinhas Beach registra uma ocupação de 60% para o feriadão. Segundo Rodrigo Souza, um dos gerentes, a maior parte dos hóspedes é do Rio de Janeiro, seguido por mineiros e paulistas.

Leia também: Um beer tour guiado pelo selo Niterói Cervejeiro

 

Fim de semana de sol, o morador de Niterói garante 100% de ocupação da pousada Camboinha Beach.

– São pessoas que chegam procurando por praia. Geralmente ficam, no máximo, dois dias na cidade – informou.

Outro grupo de hóspedes, que também chega procurando por praia, é o próprio niteroiense. No feriado, se o sol aparecer, é bem possível que os moradores da cidade façam a ocupação das 22 suítes, com diárias a partir de R$ 295, atingir os 100%. Segundo Souza, é isso o que acontece em fins de semana de sol e calor, ao longo do ano.

MAC, imbatível

Seja no Ingá ou em Camboinhas, o turista “forasteiro” sempre arruma um jeitinho de visitar o Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói – uma tarefa que fica mais fácil para os hóspedes do H Hotel, mesmo para quem está na cidade à trabalho, por conta da proximidade.

O MAC é capaz de tirar da praia o turista que optou por se hospedar na Região Oceânica, como afirma Souza:

– O turista já chega aqui, geralmente, sabendo sobre muitas coisas da cidade. Além do MAC, busca conhecer também o Parque da Cidade. Quando nos pedem sugestão de passeio, indicamos, principalmente, os fortes, o Caminho Niemeyer e o Campo de São Bento.

No último dia 2 de setembro, o museu projetado por Oscar Niemeyer completou 27 anos de inauguração.

Leia ainda: Um passeio pelos restaurantes de Niterói na companhia do autor do guia de gastronomia do estado

 

MAC Niterói: todo turista que chega à cidade quer conhecer.

Apesar do crescente movimento de turismo em Niterói, o setor ainda não parece organizado na cidade. Foi preciso recorrer aos gerentes dos estabelecimentos para conhecer um pouco do perfil do turista que visita Niterói. A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – RJ não tinha dados sobre a cidade. Já a Neltur – Niterói Empresa de Lazer e Turismo, ao ser procurada, indicou o site Visit Niterói para a reportagem obter informações sobre o segmento. Lá, consta que a rede hoteleira da cidade conta com 12 hotéis, 6 pousadas, 3 hostels, 4 apart-hoteis e 1 bed and breakfast.  Entre as sugestões de passeios fornecidas pelo site aparecem, além do MAC e das praias oceânicas, dicas sobre os polos gastronômicos da cidade, parques e teatros. O site informa que o MAC Niterói recebe, mensalmente, entre 25 a 30 mil visitantes.

COMPARTILHE