Niterói por niterói

Publicado

Niterói anuncia investimento de R$ 260 milhões na rede municipal de Saúde

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Hospital Oceânico será incorporado ao sistema municipal e fará cirurgias oncológicas e cardíacas
hospital oceânico 2
Profissionais de saúde em frente ao Hospital Oceânico Gilson Cantarino

A Prefeitura de Niterói vai anunciar esta semana investimentos de R$ 260 milhões na sua rede pública de Saúde em três anos. Os recursos serão aplicados em nove hospitais e 13 policlínicas e unidades básicas de Saúde, alem de 18 pontos de atendimento para saúde mental e 30 bases do Médico de Família.

Aberto para atender pacientes com Covid em Niterói, no começo da pandemia em 2020, o Hospital Municipal Oceânico Gilson Cantarino, na Região Oceânica, vai ser incoporado à rede municipal em definitivo e realizará cirurgias.

O anúncio foi feito neste domingo (30/1) pelo Prefeito  Axel Grael em suas redes sociais. Na unidade, serão realizadas inclusive cirurgias oncológicas até o fim deste ano e, mais para a frente, também cirurgias cardíacas.

– Agora, nosso hospital cumprirá uma nova missão em defesa da saúde dos niteroienses […] Sim, o município passará a atender os tipos de câncer que mais afetam os moradores daqui -prometeu ele.

Havia dúvidas se a Prefeitura iria ou não incorporar o hospital à sua rede de saúde. O chamado Hospital Oceânico, como ficou conhecido até ser renomeado como Gilson Cantarino, foi aberto graças ao arrendamento de um hospital privado que estava fechado. Na emergência para enfrentar o Covid, foi adaptado e inaugurado em abril de 2020.

Hoje o Hospital Oceânico continua exclusivo para pacientes com Covid, mas desde novembro do ano passado a Prefeitura de Niterói havia anunciado que iria dar início à sua transformação em uma unidade de saúde da rede municipal, que será toda requalificada.

O detalhamento do plano de requalificação do sistema de saúde do município deve ser anunciado por Grael na quarta-feira. Agora em janeiro a Prefeitura já reforçou a rede com mais 369 profissionais de saúde que tinham sido aprovados em concurso de 2019.

Segundo reportagem do Globo, ao todo  serão feitas 69 intervenções em prédios da rede municipal. O  Getulinho, no Fonseca, será reformado. O Hospital Carlos Tortelly, no Bairro de Fátima, deve ganhar  nova cobertura. Também devem ter obras de reforma o Hospital Psiquiátrico de Jurujuba, a Maternidade Alzira Reis, em Charitas e a central de regulação do Samu no Centro.

Ainda segundo o jornal, o  Hospital Orêncio de Freitas, no Barreto, receberá investimento de R$ 30 milhões do município, além de um aporte de R$ 2 milhões em equipamentos.

Cada unidade de saúde terá um cronograma específico de obras. E, segundo Axel Grael, metade das obras será iniciada este ano, 33% no ano que vem e 15% no ano seguinte.

 

COMPARTILHE