Niterói por niterói

Publicado

Hospital Oceânico vai se chamar Doutor Gilson Cantarino

Mudança foi feita em memória ao médico que realizou importantes mudanças na saúde de Niterói
Hospital Oceânico passa a se chamar Dr. Gilson Cantarino
Hospital Oceânico passa a se chamar Dr. Gilson Cantarino

O Prefeito de Niterói, Axel Grael, anunciou em suas redes sociais a mudança do nome do Hospital Oceânico para Doutor Gilson Cantarino, em homenagem ao médico sanitarista, ex-Secretário de Saúde de Niterói e do Estado do Rio, que faleceu na manhã desta sexta-feira. O sanitarista é considerado pai do Programa Médico de Família e outras grandes contribuições para a Saúde Pública brasileira ao longo da vida.

A Prefeitura de Niterói também vai decretar luto oficial de três dias pela morte de Gilson Cantarino. Durante sua gestão da pasta de Saúde, no fim dos anos 80, o médico sanitarista foi responsável pela municipalização do Getulinho, do Carlos Tortely e do Hospital Psiquiátrico de Jurujuba, fortalecendo as bases da rede SUS na cidade.

Em sua publicação nas redes sociais, Axel Grael também lembrou de um momento em que trabalhou junto ao médico, no Conselho Estadual de Agrotóxicos:

“Sempre tive e terei muito respeito ao Dr. Gilson, pela sua história de contribuições para as políticas públicas de saúde e por todo legado que construiu ao longo da carreira. Além de acompanhar com admiração a sua trajetória, tive a sorte de trabalhar diretamente com o Gilson quando fui presidente da FEEMA e ele secretário estadual de Saúde. Fizemos boas coisas em vários temas, em particular, na agenda do enfrentamento aos agrotóxicos, quando presidimos juntos o Conselho Estadual de Agrotóxicos.

Desejo que descanse em paz. Toda a solidariedade e condolências à família”.

Gilson Cantarino nasceu em 1950 em Niterói, e se formou em medicina em 1975 na Universidade Federal Fluminense. Após se especializar em Psiquiatria e Pisquiatria Infantil pela UFRJ, fez carreira pública e foi responsável por importantes mudanças no sistema público de saúde. Como Secretário de Saúde de Niterói, entre 1989 e 1999, Cantarino implementou o programa Médico de Família. Assumiu a Secretaria Estadual de Saúde em 1999, onde permaneceu até 2006. Recebeu a Medalha Tiradentes no mesmo ano, por seu trabalho para levar saúde pública, gratuita e de qualidade à população.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email