Niterói por niterói

Publicado

Homenagem a Paulo Gustavo mobiliza Niterói e Moreira César pode mudar de nome depois de 80 anos

Por Por Livia Figueiredo e Amanda Ares
As repórteres Livia Figueiredo e Amanda Ares ouviram moradores e comerciantes sobre a mudança na mais famosa rua comercial da cidade
paulo gustavo 18
A supervisora de vendas de uma loja em Icaraí posa com a placa Rua Paulo Gustavo / Foto: Amanda Ares

A notícia de que a tradicional Rua Moreira César, em Icaraí, pode virar Rua Ator Paulo Gustavo, eternizando o legado do humorista na cidade, mobilizou as redes sociais – e as conversas em Niterói. Mais de 30 mil pessoas já se manifestaram, oficialmente, sobre a mudança. A Prefeitura abriu uma consulta pública convidando a população a se manifestar sobre a homenagem: a mais famosa rua comercial da cidade deve passar a se chamar Rua Ator Paulo Gustavo? Sim ou não? A consulta pode ser acessada através deste link e vai até sábado (08). Também é possível votar pelo aplicativo Colab, disponível para download gratuito na Play Store (Android) e App Store (iOS).

Não é preciso andar muito para chegar à primeira conclusão: é difícil encontrar alguém que não seja favorável a homenagear o ator, autor e humorista Paulo Gustavo, nascido e criado em Niterói e morto na terça-feira (4) de complicações da Covid. Apareceram muitas sugestões, das mais diversas formas e locais, além da troca do nome da Moreira César. Um busto no Campo de São Bento, em Icaraí, que Paulo Gustavo frequentava, o nome de um centro cultural a ser construído no prédio do Cinema Icaraí e até a mudança do nome da Ponte Presidente Costa e Silva, a Ponte Rio-Niterói, proposta pelo Deputado Federal Chico D’Angelo. Paulo Gustavo parece ser uma unanimidade na relação que estabeleceu com a cidade.

Vídeo: Amanda Ares

Paulo Gustavo era uma pessoa múltipla, dono de um humor capaz de construir pontes entre as pessoas. Uma expansão tamanha que foi capaz de levar Niterói para o mundo. O sucesso de bilheteria do filme e peça “Minha mãe é uma Peça” mostra a cidade com o orgulho que o ator sempre exibiu. A gargalhada era contagiante e seus filmes e peças falavam com todas as camadas sociais. Apresentou ao país a Dona Hermínia, uma personagem tornada uma referência de nossa identidade.

Leia mais: Corpo de Paulo Gustavo é cremado no Cemitério Parque da Colina, em Niterói

Uma justa homenagem

O A Seguir: Niterói produziu uma placa com o nome do ator e percorreu a Moreira César para testar a reação da população. A moradora de Icaraí Julia Mazza diz que votou a favor da mudança, mesmo achando improvável, já que a Moreira César é uma rua muito antiga e consagrada na cidade. Enquanto falava das suas lembranças do Paulo, Julia teve que interromper seu discurso algumas vezes para enxugar as lágrimas.

– Acho que se a revitalização do Cinema Icaraí de fato acontecer seria mais viável. Mas eu votei a favor. Já chorei tanto pela morte do Paulo. Ele merece todas as homenagens do mundo. Eu conheci a mãe dele, Dona Déa, ela cantou no aniversário de 90 anos da minha avó. No dia da missa do sétimo dia da minha avó, ele morreu. Eu já estava sensível e chorei como se fosse alguém da minha família.

A moradora de Icaraí, Julia Mazza, com a placa Rua Paulo Gustavo / Foto: Amanda Ares

Proprietário de uma loja do Shopping Icaraí, Alexandre Gomes, afirma que a mudança do nome de rua seria uma homenagem justíssima a Paulo Gustavo. Ele diz que caso a reconstrução do Cinema Icaraí seja de fato concluída também seria uma alternativa para homenageá-lo.

– Eu tive o privilégio de ter um breve convívio com o Paulo Gustavo aqui no Shopping Icaraí. No filme “Minha mãe é uma peça 3”, ele dá um recado para todas as classes sociais em relação a racismo, a sexualidade. Com a sua trilogia, ele foi muito fundo nas questões sociais e esse legado é inestimável para todo o Brasil nesse momento de tanta tristeza. Sem sombra de dúvida, o Paulo levava alegria para todo mundo e atingia todas as classes sociais – afirmou.

A aposentada Maria Cristina Soares foi uma das que “abraçaram” a placa da rua. Ela conta que sempre ligava no Multishow para acompanhar o trabalho do Paulo Gustavo e que nada é mais justo que rebatizar a Moreira César em homenagem ao humorista.

– Tenho certeza que, de onde Paulo está agora, ele vai amar essa homenagem, porque foi nessa cidade que ele nasceu e foi criado. Não tem coisa melhor do que colocar a Rua Moreira César como Paulo Gustavo. Ele merece. É um grande artista. Apoio muito essa decisão – destacou.

A aposentada Maria Cristina Soares com a placa Rua Paulo Gustavo / Foto: Amanda Ares

O estudante Leonardo de Miranda diz que acompanhava o trabalho do Paulo Gustavo e que assistiu ao primeiro filme dele quando ainda era pequeno e que cresceu com o ator. Ele diz que apoia a mudança e que está na hora de revitalizar Niterói.

– Acho que está na hora de mudar e fazer uma homenagem a uma pessoa grande do nosso tempo, como uma forma de revitalização da cidade também. O Moreira César era um coronel. São outros tempos. Já estamos no século XXI e não podemos ficar homenageando apenas pessoas políticas, com cargos militares. Devíamos valorizar mais a arte. Então, eu sou a favor da mudança – explicou.

Enquanto Leonardo falava uma senhora passou acompanhada de sua filha e sua neta. A emoção era tanta que ela pensou por um momento que a rua Moreira César já havia mudado de nome. Ela disse entusiasmada: “olha, minha filha, já mudaram a placa! Já é Paulo Gustavo!”

O estudante Leonardo de Miranda fala em revitalização da cidade / Foto: Amanda Ares

Ninguém defende o Coronel

Difícil encontrar quem defenda a homenagem prestada por Niterói ao Coronel Moreira César, justo na rua mais badalada do comércio da cidade. Antônio Moreira Cesar foi coronel de Infantaria do Exército brasileiro. Nasceu em 1850, em Pindamonhangaba, SP. Sua carreira militar inclui a atuação na Revolta da Armada, entre 1893 e 94, iniciada por integrantes da Marinha contra o governo do Marechal Floriano Peixoto. O Coronel ainda atuou no grupo que perseguiu o movimento federalista em Santa Catarina. Por sua crueldade, recebeu o apelido de “Corta-cabeças.” Morreu em 1897 na campanha para reprimir a revolta de Canudos, na Bahia.

Quem defende a manutenção do nome argumenta que a rua tem este nome desde os anos 40 e hoje é uma referência consolidada na vida da cidade. Além disso, alegam que a mudança provocará muitas despesas.

É o que diz o Presidente do Conselho do Clube dos Diretores Lojistas, Joaquim Pinto. Para ele, Paulo Gustavo merece todas as homenagens, mas num lugar mais ligado à cultura. Sugere que dê nome ao Centro Cultural a ser erguido no imóvel do cinema Icaraí, ainda sem perspectiva de sair do papel. Segundo ele, mesmo que a mudança seja adotada, os moradores vão continuar chamando a rua de Moreira César por muito tempo.

– A rua vai continuar sendo conhecida por este nome O que vai ocorrer é um enorme prejuízo para moradores e comerciantes, profissionais liberais que tem escritórios na rua, para a alteração do endereço em documentos e material publicitário – argumenta o comerciante.

O aposentado Márcio Torres diz que é contra a mudança e que seria mais viável um busto no Campo de São Bento, em função das questões burocráticas que uma mudança de nome de rua implica na documentação dos imóveis da rua, entre outras.

– Faria mais sentido um busto no Campo de São Bento, um lugar que ele costumava frequentar em Niterói, porque causará enorme transtorno para comerciantes e moradores.

Dona de uma carroça de pipoca numa esquina da Rua Moreira César, Jo Baiana diz que tem enorme admiração pelo Paulo Gustavo, no entanto, a sua opinião é que o nome da rua como Moreira César deve prevalecer.

– A rua Moreira César já é um costume. Tem muitas coisas que já carregam o nome da Moreira. Eu preferia que fizessem uma estátua de bronze dele no Campo de São Bento, onde ele filmou parte das cenas do filme “Minha mãe é uma Peça”. Trocar o nome da rua não ia cair tão bem. Todo o carinho que temos por ele já está guardado com a gente – concluiu.

Morador de Niterói, o músico Ayres conta que é a favor da mudança pelo o que o Coronel Moreira César representou, como uma figura controversa do Exército Brasileiro, com longo histórico de assassinatos.

– O Coronel Moreira César foi um militar sanguinário. Ele não merecia uma homenagem de nome de rua. Aliás, a maioria dos nomes de rua de Icaraí é de quem matou paraguaio na Guerra do Paraguai, quem matou índio. Então, eu sou a favor da mudança.

Pesquisa já está disponível

A campanha pela mudança de nome tem forte apoio na Prefeitura. O Prefeito Axel Grael destacou a contribuição do artista para a cidade e para o povo brasileiro:

– A genialidade e o amor de Paulo Gustavo por Niterói marcaram sua trajetória. Nada mais justo do que a cidade retribuir demonstrando toda a admiração por seu trabalho e a dor que sentimos neste momento – diz Axel Grael.

Nas redes sociais, a Prefeitura divulgou a abertura de uma consulta pública, através do Colab, convidando os moradores a se manifestarem sobre a troca do nome da Rua Coronel Moreira César, em Icaraí, para Rua Ator Paulo Gustavo. A proposta é eternizar o laço do ator com a cidade em uma das ruas mais populares da cidade.

Em apenas um dia, cerca de 30 mil pessoas se apresentaram para votar. Uma observador atento da Prefeitura que acompanha de perto o processo de votação estima que 90% dos moradores que votaram até agora querem mudar o nome da rua Moreira César para Rua Ator Paulo Gustavo.

A votação não define a homenagem. A Vereadora Walkiria Nichteroy protocolou na Câmara a proposta de mudança do nome, que precisa ser aprovada pela Casa.

Leia também: A Niterói de Paulo Gustavo

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email