Niterói por niterói

Publicado

Final de Martine Grael e Kahena Kunze na vela é adiada por falta de vento

Medal race deve ser realizada na madrugada desta terça-feira; Martine tem chances reais de trazer o bi olímpico para Niterói
Martine Grael e Kahena Kunze em Tóquio : Foto- Reprodução Instagram
Martine e Kahena na corrida pelo bi olímpico. Foto: World Sailing

Vamos ter que esperar. A regata decisiva de Martine Grael e Kahena Kunze pela classe 49er FX foi adiada por um motivo inesperado: a falta de vento na baía de Enoshima, no Japão. A medal race deve acontecer na madrugada de terça-feira, se a natureza der uma forcinha. Ao portal UOL, Kahena disse que a decisão de adiar foi acertada e que o imprevisto não diminui o essencial: o foco da dupla.

– Hoje deu até 4 noz, não tinha condições. Foi melhor ter adiado mesmo. Vamos ver se amanhã o vento muda. Estou confiante em fazer uma boa corrida. Não tem vento ideal, a gente tem que estar preparado para as condições que aparecerem. E acho que estamos.

Atuais campeãs olímpicas, Martine e Kahena passaram bem pelas classificatórias e chegaram a assumir a liderança, mas uma punição a outra dupla mexeu com a pontuação geral. As holandesas Annemiek Bekkering e Annette Duetz assumiram a liderança com a mesma pontuação das brasileiras, mas por critérios de desempate ficaram à frente. A alteração, no entanto, não muda a situação das brasileiras que chegam à final brigando pelo pódio e com o sonho do bicampeonato olímpico vivo.

Pela matemática da vela, as brasileiras precisam superar a dupla da Holanda, desde que terminem no máximo uma posição atrás da Alemanha (Susann Beucke e Tina Lutz), três atrás da Espanha (Paula Barcelo Martin e Támara Echegoyen) e cinco atrás da Grã-Bretanha (Saskia Tidey e Charlotte Dobson).

Martine Grael e Kahena Kunze conquistaram o ouro na classe 49er FX nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, ao vencerem a medal race na Marina da Glória. A prata ficou com a dupla da Nova Zelândia (Alex Maloney e Molly Meech) e o bronze com a Dinamarca (Jena Mai Hansen e Katja Salskov-Iversen).

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email