Niterói por niterói

Publicado

Feira e atividades culturais marcam o Dia Nacional da Economia Solidária em Niterói

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Praça Dom Navarro, em Icaraí, recebe feira agroecológica, forró, lançamento de livro e roda de conversa
Design sem nome (17)
Feira agroecológica e de artesãos integra o Circuito Arariboia. Fotos Berg Silva

No Dia Nacional da Economia Solidária, a Praça Dom Navarro, em Icaraí, recebe desde às 9h da manhã uma série de atividades. Uma feira com mais de 80 produtores agroecológicos e de artesanato abriu a feira, que integra o Circuito Arariboia. Também haverá, ainda nesta quinta-feira (15), um lançamento de livro, roda de forró e um Sarau Literário.

Leia mais Moeda Arariboia passa a valer em janeiro para 27 mil famílias

Produtores cadastrados nos Centros de Referência de Economia Solidária podem expôr seus produtos. Foto: Berg Silva

A feira faz parte da semana de atividades que a Prefeitura decidiu instituir em homenagem ao Dia Nacional da Economia Solidária, celebrado oficialmente nesta quarta-feira, 15 de dezembro. Já na segunda-feira (13), foi lançada a Moeda Social Arariboia, programa permanente de distribuição de renda de Niterói que faz parte do Plano de Retomada Econômica da cidade.

As atividades culturais que ocupam a Praça Dom Navarro ficam a cargo da roda de conversa sobre diversos temas, lançamento de um livro de poesias da escritora Júnia Lyrio, Sarau Literário, e música ao vivo com Trio Forrozeiro.

O Circuito Arariboia é gerido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária em cogestão com o Fórum de Economia Solidária de Niterói e é composto de quatro feiras que ficam localizadas no Centro, Icaraí e Itaipu.

Política Municipal de Economia Solidária

A Política Municipal de Economia Solidária de Niterói foi sancionada em 20 de janeiro de 2020, e estabeleceu estratégias de desenvolvimento social com o objetivo de promoverem a justiça social de forma sustentável, e foi estruturada a partir das discussões do Fórum de Economia Solidária de Niterói.

Há dois centros públicos de referência em economia solidária em Niterói: a Casa Paul Singer, no Centro, e a Casa de Itaipu, no bairro homônimo. Produtores e pequenos empreendedoras que queiram expor seus produtos nas feiras do Circuito Arariboia devem procurar um dos dois locais para se informar sobre as condições e fazer seu cadastro.

COMPARTILHE