Niterói por niterói

Publicado

Estiagem compromete sistema, e Niterói deve reduzir consumo de água

Cedae alerta para baixa vazão do manancial que alimenta o Sistema Imunana-Laranjal; consumidores devem evitar desperdício
Estação de Tratamento de Água do Laranjal. Foto- Cedae
Estação de Tratamento de Água do Laranjal. Foto: Cedae

Consumidores de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e parte de Maricá (Inoã e Itaipuaçu) precisam economizar água. A Cedae publicou um comunicado alertando para a baixa vazão do manancial que alimenta o Sistema Imunana-Laranjal, que atualmente está operando com 88% da capacidade. A Companhia pede que os clientes usem água de forma equilibrada, e adiem tarefas não essenciais que exijam grande consumo.

Niterói tem água distribuída pela concessionária Águas de Niterói, mas o abastecimento tem a mesma origem dos demais municípios. A captação de água para tratamento no Sistema Imunana-Laranjal é feita no Canal de Imunana, formado pelos rios Guapiaçu e Macacu, e localizado no município de Guapimirim.

Ainda de acordo com a Cedae, para que o sistema volte a operar em plena carga, é preciso que o regime de chuvas na bacia do manancial se normalize. A Companhia está monitorando o nível dos rios e informará assim que for possível retomar a produção normal.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email