Niterói por niterói

Publicado

Entenda o eclipse lunar raro desta sexta e saiba onde contemplá-lo em Niterói

Por Fabiana Batista
| aseguirniteroi@gmail.com
Este será o eclipse parcial mais longo dos últimos 580 anos e cobrirá 97,4% da lua
lua-nasa
Lua ficará 97,4% coberta neste eclipse. Foto: Nasa

O eclipse lunar parcial mais longo dos últimos 580 anos pode ser visto na madrugada desta sexta-feira (19), a partir das 3h, com eclipse máximo por volta das 4h, e cobrirá 97,4% da lua. Trata-se de um dos fenômenos mais aguardados deste tipo no ano, com duração prevista mundialmente de 3 horas, 28 minutos e 3 segundos, de acordo com a NASA. No Brasil, vai durar cerca de 2 horas. Quem está em Niterói e quer contemplar o fenômeno deve procurar por um local com vista ampla. O Costão de Itacoatiara, o Parque da Cidade, a Pedra do Santo Inácio, no Cafubá e praias como Boa Viagem e Icaraí são alguns dos locais indicados, mas a previsão para os próximos dias é de chuva.

Para os apaixonados por astronomia que já estão ansiosos, é importante saber que a visualização vai depender das condições climáticas e a duração do fenômeno pode ser mais curta, dependendo da localização. No Brasil, por exemplo, ela é menor pois a Lua já estará abaixo do horizonte. O que chama atenção, desta vez, é que não será necessário o uso de equipamentos especiais, basta estar longe de luzes artificiais e onde a vista para o céu esteja aberta. 

Saiba o que é o Eclipse Lunar Parcial

O fenômeno acontece com o alinhamento completo da Lua, da Terra e do Sol, respectivamente, e a Lua precisa estar cheia para isso. A sombra da Terra encobre a Lua, que será atingida pela única luz solar e ficará vermelha. Neste caso, é chamado de “eclipse parcial” porque a sombra terrestre ocupará 97% da Lua Cheia.

Agora que já sabe o que é, quando e onde acontecerá o eclipse lunar em Niterói, coloque o celular para despertar no horário certo, convide alguém especial e encontre um local legal para assistir essa belezura. Quer registrar o momento? Infelizmente, nem todos os aparelhos são apropriados para esse tipo de fotografia. A câmera precisa ser ajustada manualmente, com velocidade acima de 1/100, abertura do diafragma fechado em f/11 e o ISO baixo. Não tem essas funcionalidades no seu celular? Esquece o aparelho e aproveita com os próprios olhos, o espetáculo é gratuito e raríssimo.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email