Niterói por niterói

Publicado

Enel inaugura nova Subestação Maria Paula

Equipamento que vai atender dez bairros de Niterói e usa tecnologia para resolver quedas de energia com mais rapidez
enel-inaugura-nova-subestação-maria-paula
Empresa inaugurou subestação que vai atender 10 bairros de Niterói. Google Maps.

As cidades de Niterói e São Gonçalo ganharam mais uma estação de energia elétrica. A subestação Maria Paula foi apresentada em um evento virtual da companhia nesta quinta-feira e fazem parte do projeto Redes do Futuro, um plano de longo prazo. Segundo a empresa, o plano é preparar a rede de distribuição do Estado do Rio de Janeiro para um aumento de demanda nos próximos anos, devido ao desenvolvimento tecnológico do país, e também remediar problemas causados pelas mudanças climáticas.

A Subestação Maria Paula vai atender os bairros de Maria Paula, Rio do Ouro, Matapaca, Vila Progresso, Badu, Muriqui, Jacaré, Pendotiba, Cantagalo e Santa Bárbara, em Niterói, e Arrastão, Tribobó, Arsenal, Engenho do Roçado e Ipiíba, em São Gonçalo.

A nova estação possui capacidade de atender mais 765 mil pessoas. Um diferencial é que as operações serão feitas a partir de um centro de operação, e não mais no local. Segundo o filme publicitário apresentado no lançamento, os novos equipamentos darão retorno mais rapidamente em caso de falha de energia. A subestação fica localizada entre os dois municípios e próxima ao Centro de Carga, para atender melhor essa região. O investimento foi de R$ 40 milhões.

Principais características da nova Subestação Maria Paula, inaugurada nesta quinta-feira (1o de julho). Slideshow Enel.

– O projeto Redes do Futuro foi desenvolvido a partir da proposta de construir uma rede elétrica que assegure o suporte tecnológico e físico para o futuro da transmissão de energia, através da modernização da rede elétrica dos 66 municípios do rio que fazem parte da concessão da Enel, incluindo Niterói – disse o responsável por Infraestrutura e Redes da Enel, Mihai Constantin.

Ele explicou que os investimentos levaram em consideração as mudanças climáticas provadas pelo aquecimento global:

– Precisamos de redes muito resistentes não apenas para transportar a carga mas também para resistir às mudanças climáticas que nos afetam a cada dia.

Outras medidas do plano levam em consideração as características costeira e de vegetação, e preveem a realização de podas de árvore e limpeza dos componentes da rede à beira-mar, para limpar o sal acumulado pela maresia.

O vice-prefeito de Niterói, Paulo Bagueira (SDD), participou do evento ao vivo, e comentou que considera a nova Subestação e investimentos em manutenção importantes para a cidade.

– O investimento vai beneficiar dez bairros de Niterói, e cinco em São Gonçalo. Vai ajudar a qualidade de vida e de serviços da nossa cidade.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email