Niterói por niterói

Publicado

Em Niterói, preço da gasolina diminui em 31%

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Mudança é resultado da redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre a gasolina pelo governo estadual
gasolina
Gasolina em queda em Niterói. Foto: Reprodução/Internet

O preço da gasolina tem diminuído de forma contínua, a cada semana, em Niterói. Isso porque no dia 1º de julho o governo estadual reduziu o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre a gasolina. O levantamento mais atualizado da Agência Nacional de Petróleo (ANP) revela que o litro da gasolina na cidade custa atualmente, em média, R$ 5,69. No final de junho, antes da redução do ICMS, o litro da gasolina chegou a custar R$ 8 em alguns postos. Uma redução de 31% no intervalo de 3 semanas.

Leia mais: Mercado imobiliário alavanca a recuperação da economia de Niterói

Atualmente a gasolina mais em conta é encontrada em um posto da Alameda São Boaventura, no Fonseca, no valor de R$ 5,49. Dos 19 postos que fizerem parte da pesquisa da ANP, o mais caro é o localizado na Avenida Jansen de Melo, no centro da cidade. Lá, o consumidor pode pagar R$ 6,29. Os postos mais caros são, na ordem, os localizados no Centro, Charitas, São Francisco e Icaraí.

No início do mês, o A Seguir mostrou que, após a definição da nova alíquota máxima de 18% do ICMS  sobre a gasolina e outros combustíveis, alguns postos de Niterói da mesma bandeira chegaram a adotar medidas diferentes. Em um posto da Av. Roberto Silveira, com frente também para a Rua Dr. Paulo César, em Icaraí, por exemplo, a gasolina comum saía a R$ 6,10. Já no posto da Rua Miguel de Frias, o Fagundão, o litro da gasolina estava a R$ 7,29.

O valor final dos preços dos combustíveis nas bombas depende não só dos valores cobrados nas refinarias, mas também de impostos e das margens de lucro de distribuidores e revendedores.

O ICMS é um imposto estadual que compõe o preço da maioria dos produtos vendidos no país e é responsável pela maior parte dos tributos arrecadados pelos estados.

No dia 19 de julho, a Petrobras anunciou uma redução de R$ 0,20 da gasolina vendida para as distribuidoras. Isso ocorre em um cenário em que os preços nas bombas recuam há três semanas seguidas devido à também redução do ICMS.

COMPARTILHE