Niterói por niterói

Publicado

Durma-se com um barulho destes! Mudança de rota de aviões gera poluição sonora em Niterói

Moradores de diferentes bairros reclamam de barulho alto nas primeiras horas da manhã; mudança de rota costuma ocorrer no período do inverno
Foto- Divulgação Decea
Foto: Divulgação Decea

A poluição sonora provocada por aviões voltou a ser motivo de queixas de moradores de Niterói. A sensação em alguns locais é de que as aeronaves estão passando mais perto e com mais frequência que o habitual. O barulho quebra o silêncio da manhã, interrompendo o sono de alguns moradores, como é o caso do aposentado Expedito de Sousa, que vive em Santa Rosa.

– O primeiro avião passa às 6h05 e até as 7h sempre passavam três ou quatro. No início da pandemia era um pouco menos. Agora deve ter triplicado. É praticamente um a cada quinze minutos. E de manhã o barulho parece muito maior – afirmou o aposentado.

A reclamação não é gratuita. Autoridades aeronáuticas explicam que as rotas de voo do aeroporto do Santos Dumont costumam ser alteradas durante o inverno, em função das condições climáticas.

Barulho irritante

O barulho dos aviões tem tirado o sono também de quem mora em Icaraí. O ruído, de acordo com a professora Susana Machado, não ocorre somente de madrugada, mas também persiste ao longo de todo o dia, especialmente nas primeiras horas da manhã e mais para o fim da tarde e à noite.

– Desde o começo do ano, o barulho de aviões sobre Icaraí tira o sono de muita gente no bairro porque os voos começam cedo, de madrugada. Quatro horas da madrugada já tem avião passando e aí não para mais. Antes não era assim. Não sei se alteraram a rota, mas com certeza ficou bem mais perto, com barulho mais intenso e que incomoda – conta a professora.

Mudança de rota

A recorrência de barulho de aeronaves tem explicação: a mudança de rota devido aos ventos no período do inverno. Procurado pelo A Seguir: Niterói, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), órgão da Força Aérea Brasileira, explicou os motivos que podem ter colaborado para o aumento do trânsito e a intensidade do barulho de aviões que sobrevoam Niterói.

De acordo com o DECEA, a área de pista do Aeroporto Santos Dumont é muito limitada, o que inviabiliza qualquer alteração. Isso porque a rota de decolagem da pista 2 desemboca defronte ao Aeroporto do Galeão, com as suas sucessivas aproximações e não há maneira de se desviar, a não ser por meio da curva à direita e, consequentemente, com sobrevôo por Niterói. Essas ocorrências são raras e ocorrem somente no período do inverno.

Morador do Jardim Icaraí, Thiago Soares afirma que tem escutado com mais frequência barulho de avião há dois meses, o que coincide com o início do inverno. Ele diz que se incomoda mais com o trânsito dos aviões quando está na varanda, devido à proximidade.

– A minha rua é muito barulhenta, o que acaba mascarando um pouco o barulho de aeronaves. E eu costumo ficar de fone quando estou no meu quarto para ajudar na concentração. Eu ouço mais na hora do almoço, que é quando a rua está mais silenciosa. Às vezes ouço um barulho chato de avião. E alto, costuma ser bem alto – destacou.

Barulho não é de hoje

Desde 2016, quando foram feitas as modificações nas decolagens da pista 2 do Aeroporto Santos Dumont, algumas moradores de diferentes regiões de Niterói se queixam do barulho dos aviões que vêm do Rio. Naquele ano, as aeronaves deixaram de sobrevoar a Zona Sul do Rio na decolagem e passaram a trafegar sobre bairros como Icaraí, Centro, Gragoatá, Ingá e Santa Rosa.

Além de atrapalhar a vida dos moradores, o barulho também tirava a concentração de estudantes da UFF. Há relatos também de aviões que traçavam uma rota próxima a locais onde há vários hospitais, como o Complexo Hospital de Niterói (CHN), o Hospital Universitário Antônio Pedro e o Hospital Icaraí.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email