Niterói por niterói

Publicado

Covid mata como no pior momento da doença, em Niterói; oito mortes em 24 h

Desde o início do ano, foram: três, quatro, seis, dois, seis, sete, oito mortes por dia – três recordes em uma semana
covid 13

Niterói tem novo recorde de mortos por Covid em um único dia. Foram oito, de acordo com o boletim divulgado pela Prefeitura nesta sexta-feira (8). Desde o primeiro dia do ano, 36 pessoas morreram na cidade. O número mais alto de toda a série da doença. O número de novos casos confirmados da doença também é dos mais altos registrados, 1.473 em sete dias.

De acordo com a série histórica, o maior registro até agora tinha acontecido em maio, na Semana Epidemiológica 20: foram 28 mortes. A Semana Epidemiológica 1/ 2021, que é a referência para comparação, só se completa amanhã, sábado (9). Mas a contagem dos últimos sete dias antecipa o novo recorde.

Os números divulgados nos boletins da Prefeitura, diariamente, reportam casos e internações pela data de notificação do exame. Estes dados, mais tarde, são revistos e organizados por data do falecimento. Assim, uma morte ocorrida em maio, por exemplo, e só confirmada pelo exame de Coronavírus em junho, vai ser registrada na data em que efetivamente aconteceu. Também se acrescenta nos registros mortes suspeitas por problemas respiratórios que não apareceram na época. Desta forma, a Secretaria de Saúde do Município estabeleceu, no Painel da Covid, exibido no SIGeo, que o período com maior número de mortes aconteceu em maios, mas não na semana 20, mas na semana 19, e não foram 28 mortes, mas 58. Esta atualização, porém, só será feita com o tempo, a defasagem é em torno de seis semanas para a atualização dos dados. No momento, a única comparação possível é pela série fornecida pelos boletins diários por data de notificação, que aponta 36 casos contra 28, trazendo para o início de 2021 o novo pico de mortes da Covid.

De acordo com o último boletim, Niterói tem 24.480 casos de Covid e 657 mortos. Outras 195 pessoas estão internadas, em quartos ou UTIs da rede pública. Um número que é o maior de toda a série e está no limite do número de vagas reservadas no SUS para pacientes de Covid, informado no mapa de monitoramento da Covid, publicado no site da Prefeitura. O Município deverá ampliar a ofertar hospitalar para fazer frente ao aumento de internações.

Casos por semana epidemiológica, de acordo com boletins da Prefeitura

Mortes por semana epidemiológica, de acordo com boletins da Prefeitura

Internações por semana epidemiológica, de acordo com boletins da Prefeitura

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email