Niterói por niterói

Publicado

Comércio confia na retomada da economia, mesmo com alto nível de dívidas do morador de Niterói

Segundo Serasa, niteroienses acumulam dívidas de quase R$ 1 bilhão; para CDL, poder aquisitivo da cidade é alto e garante recuperação
Icaraí : Foto- Amanda Ares
Icaraí / Foto: Amanda Ares

De acordo com o Mapa da Inadimplência do Serasa, moradores de Niterói acumulam quase R$ 1 bilhão em dívidas, sendo que o valor médio das dívidas por pessoa é de R$ 4.889,72. O levantamento, realizando em julho deste ano, mostra que algumas pessoas acumulam dívidas em mais de um lugar. Procurada pelo A Seguir: Niterói, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL) disse não acreditar que a situação provoque grande impacto na cidade neste momento. O argumento é que 53% da população da cidade pertencem às classes A e B, que representam as pessoas com maior poder aquisitivo. O Presidente da CDL Niterói, Luiz Vieira, explica:

– Esse endividamento corresponde as compras de valores altos e dificuldade para quitar essas dívidas, como na aquisição de imóveis e automóveis. Isso não afeta a economia em nada. Tudo que você compra hoje pode ser parcelado. A comercialização dos produtos está bem flexível e ao alcance de todos – destacou.

Os financiamentos bancários e as dívidas com cartões de crédito representam as principais causas de inadimplência no país: algo em torno de 29%. As mulheres lideram renegociação de dívidas e representaram 55% da renegociação no Rio de Janeiro. Pelo terceiro mês consecutivo, houve uma queda no número de inadimplentes no Brasil, com 62,2 milhões ante 62,5 milhões, em junho. Apesar da melhora, a dívida dos brasileiros ainda é astronômica: R$ 244,8 bi, uma média de R$ 3.935,51 por devedor.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email