Niterói por niterói

Publicado

Circuito Arariboia promove feiras e economia solidária em Niterói

Circuito reúne artesãos, agricultores de alimentos orgânicos e produtores de alimentos e cervejas artesanais, entre outros
Circuito Arariboia : Foto- Divulgação Prefeitura
Circuito Arariboia / Foto: Divulgação Prefeitura

As feiras voltaram com tudo e o Circuito Arariboia, que reúne empreendedores de economia solidária, voltou a ser realizado quinzenalmente em Niterói, às quintas-feiras ao lado do Terminal João Goulart, no Centro, todas as sextas na Praça Dom Navarro, em Icaraí, e, aos sábados, no Campo de São Bento e na Praça das Amendoeiras, em Itaipu, seguindo os protocolos sanitários estabelecidos. O Circuito reúne artesãos nas suas diversas especificidades, agricultores familiares e de alimentos orgânicos, produtores de alimentos, cervejas artesanais, mel, entre outros.

Já as feiras virtuais são transmitidas às quartas-feiras, às 16 horas, pelo facebook do Fórum de Economia Solidária de Niterói. As feiras que compõem o Circuito Arariboia ficam localizadas no Centro, Icaraí e Itaipu. No Centro, a feira funciona ao lado do Terminal João Goulart, na Avenida Visconde do Rio Branco, das 7h às 18h. As próximas serão nos dias 9 e 23 de setembro. No Campo de São Bento, todos os sábados do mês das 7h às 14h, assim como a de Itaipu, que fica na Praça das Amendoeiras, no ponto final do ônibus 38ª, mas tem início uma hora antes, às 6h. Na Praça Dom Navarro, na Ary Parreiras, em Icaraí, a feira é realizada das 8h às 16h, sempre às sextas.

Foto: Divulgação Prefeitura de Niterói

As feiras compõem a Política Municipal de Economia Solidária de Niterói, sancionada em janeiro de 2020. O objetivo é proporcionar uma série de estratégias de desenvolvimento solidário e social de forma justa e sustentável. Fruto do Fórum de Economia Solidária de Niterói, a iniciativa reúne uma rede de trabalhadores e empreendimentos de economia solidária, militantes e entidades de apoio e fomento, que se organizam e articulam diversas ações que acontecem na cidade.

Atualmente, a Prefeitura oferece dois centros públicos de referência em economia solidária: a Casa Paul Singer, no Centro, e a Casa de Itaipu. Para expor nas feiras do Circuito Arariboia, os empreendedores devem procurar um dos dois centros para fazer o cadastro.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email