Niterói por niterói

Publicado

“Batalha do Engenho do Mato” vira álbum com faixas de rappers de Niterói e Rio de Janeiro

Por de Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
“Batalha do Engenho” possui onze faixas e contará com um clipe por música
matéria Blog
Equipe produziu com músicos que começaram a carreira na Batalha do Engenho do Mato. Divulgação.

A Batalha do Engenho do Mato é há muitos anos o point de rappers e fãs de hiphop na Região Oceânica, e agora se desdobrou em um álbum, lançado recentemente no canal do evento. O Projeto, realizado graças ao edital de fomento às artes de 2019 e do Programa Municipal de Retomada Econômica do Setor Cultural, contou com a produção de músicos que começaram a batalhar na praça que deu nome ao evento. Criadora do evento, a produtora  cultural Aline Pereira comemora o lançamento do álbum e diz que a proposta foi se adaptar às mídias digitais para aproximar o público, já que não há previsão para voltar a realizar o evento de forma presencial.

Álbum Batalha do Engenho. Divulgação.

O álbum tem sete músicas feitas durante a pandemia, nas casas dos próprios músicos e produtores, a maioria de Niterói. Nomes como Samantha Zen, Cogu e Poly Moreno já batalharam na roda produzida por Aline. Há também dois convidados cariocas, parceiros de eventos de Aline e muito presentes em rodas de Niterói: Helen Nzinga e Mvuricix. Aline comentou sobre como foi o processo de produção:

– Foram vários produtores que a gente convidou pra fazer cada um uma música, então agora contratamos um produtor pra remasterizar tudo, colocar como um áudio só. 

O desafio foi administrar o projeto junto de outras demandas e dos problemas causados pelas crises da pandemia e econômica:

– Acho que a música de abertura traduziu bem essa necessidade que a gente tem de resistir, de continuar trabalhando, tentando lidar com o que a pandemia trouxe pra cada um de nós. Mas o processo em si foi muito divertido, cada música que eles mandavam era uma alegria de ver um trabalho, que começou como um trabalho de rua, se transformar. É um orgulho muito grande.

Fazer um álbum já é uma ideia antiga, mas a oportunidade surgiu com os editais públicos de fomento. Segundo Aline, a pandemia não atrapalhou o trabalho:

– Precisando estar em casa, a gente juntou a necessidade de ficar em casa com a possibilidade de se dedicar mais à música. Elas foram todas compostas no contexto da pandemia,  explorar essa linguagem

Outra novidade é que cada faixa ganhará um vídeo clip. Os dois primeiros, das músicas Pedaços do Tempo (Garcia feat. Mvuricix) e Próxima Fase (Zenin), já estão disponíveis no canal @Batalhadoegenho. O próximo clipe será de Ventos Passageiros (Marciano, Poly Moreno, Helen Nzinga), que será lançado no canal nesta quarta-feira (08), às 19h.

Ouça em https://www.youtube.com/watch?v=A0L-HYhTOw0&feature=youtu.be&ab_channel=BatalhadoEngenho

A volta da batalha

Aline diz ainda não se sentir confiante em retomar a batalha e que irá aguardar as orientações da Secretaria Municipal de Saúde para tomar a decisão. Contudo, ela acredita que minimizar os riscos em nome da segurança do público é o mais importante:

– Eu acho que é muita responsabilidade pensar nas pessoas, porque é pra elas que a gente faz, então se tiver que fazer o que for necessário, a gente vai fazer, de acordo com o que for minimizar esse impacto. Melhor pecar pelo excesso do que negligenciar.

 

COMPARTILHE