Niterói por niterói

Pesquisar
Close this search box.
Publicado

Baile Black Charme no Caminho Niemeyer e exposição no MAC são atrações em Niterói neste fim de semana

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com

COMPARTILHE

Lançamento de livro no Colabora Nóbrega e sarau AfroPoética, com música, literatura e performance também fazem parte da programação
Teatro popular oscar niemeyer -
O Caminho Niemeyer vai virar um grande salão de baile para os bailarinos de Charme, em Niterói. Foto: Divulgação

A programação de Niterói, neste fim de semana, reúne diversas atrações culturais gratuitas, como a apresentação em homenagem à Elis Regina, no Solar do Jambeiro. Além do show, o público terá a oportunidade de conhecer histórias da carreira de uma das maiores artistas do Brasil. Outro evento gratuito é o sarau afropoética, também no Solar do Jambeiro. O projeto tem como objetivo principal divulgar, promover e fomentar a arte inclusiva e libertadora. Trata-se de uma grande interação entre escritores, músicos e dançarinos.

Leia mais: Show da cantora Vanessa da Mata abre série de atrações em homenagem às mulheres, em Niterói

Também está de volta o Black Charme. A segunda edição do projeto será realizada no Teatro Popular Oscar Niemeyer no domingo (19), a partir das 15h, com vários DJs que representam a cultura afro na música brasileira.

Nesta edição, a programação do A Seguir conta com uma novidade: a seção: “Por que vale a pena?”, com os principais diferenciais do evento, o que chama mais atenção, as vantagens. A seção irá contar com depoimentos dos organizadores do evento, de participantes ou análise da própria editoria do jornal.

Confira a programação 

  • Homenagem à Elis Regina no Solar

Ana Ramos leva histórias e canções para o Solar do Jambeiro em comemoração ao aniversário de Elis Regina. Foto: Divulgação

Em comemoração ao aniversário de Elis Regina, nesta sexta-feira, 17 de março, às 18h, Ana Ramos e Cilenio Peres levam para o Solar do Jambeiro uma homenagem a uma das maiores intérpretes da música brasileira. A apresentação é gratuita.

Durante a espetáculo, Ana guia o público numa contação de histórias, narrando a cronologia da carreira de Elis Regina. Acompanhando a cantora, Cilenio Peres traz a musicalização da apresentação.

Ana é atriz, cantora e escritora. Já Cilenio é violonista, guitarrista, arranjador e diretor musical.

Por que vale a pena?

O programa é uma boa pedida para os fãs e “órfãos” de Elis Regina. Marcado para a data que seria seu aniversário, uma boa forma de comemorar o legado dessa grande artista. A entrada é franca. E o Solar é um ambiente agradável, ao ar livre e descontraído.

Serviço:

Data: Sexta-feira, 17 de março
Horário: 18h
Evento gratuito
Capacidade: 40 pessoas
Local: Solar do Jambeiro
Endereço: Rua Presidente Domiciano, 195 – Ingá, Niterói

Classificação: livre

  • Exposição no MAC

A exposição poderá ser visitada até 28 de maio. Foto: Divulgação

O Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MAC) abre neste sábado, dia 18 de março, a exposição “Por ser de Lá”, do artista sergipano Alan Adi. A mostra é um apanhado da produção recente do artista visual, onde ele recorre às referências de seu lugar de origem que se conectam pelas suas andanças por terras fluminenses.

Entre pinturas e instalações, o ponto de partida é o gesto visto em uma capa de disco de forró, que ao ser pintado por Alan, faz a exposição ganhar corpo e virar um grande cenário de aproximação entre Sergipe e o Rio de Janeiro.

A exposição foi contemplada no edital de Fomentão da Secretaria Municipal das Culturas de Niterói e é apoiada pelo Museu de Arte Contemporânea de Niterói.

Alan Adi vive e trabalha no Rio de Janeiro e Sergipe.

Por que vale a pena?

Além de se tratar de uma exposição inédita, a mostra traz à tona um viés interessante de referências estéticas e culturais entre Sergipe e Rio de Janeiro. Além do mais, a ida ao MAC já é um programa. O projeto arquitetônico exuberante de Oscar Niemeyer já vale a visita. O bistrô, localizado no subsolo do museu, também é uma boa pedida para quem deseja estender o programa com uma gastronomia de qualidade e variada.

Sobre o artista

O trabalho de Alan Adi (Aracaju, 1986) passa por pesquisar temas relacionados ao Nordeste. Em seu trabalho, ele discute questões relacionadas à formação da sociedade brasileira, a exemplo da migração, da economia, da história e da educação.

Sua pesquisa recente que se atrela aos formatos usuais da poética visual nordestina brasileira.

Serviço:

Data: De 18 de março a 28 de maio de 2023
Horário: Terça a domingo, das 10h às 18h
Classificação indicativa: 10 anos
Valor de ingresso: R$ 16 reais (inteira) / R$ 8 reais (meia)
Local: Salão Principal MAC Niterói
Local da venda de ingresso: bilheteria do MAC Niterói ou pelo site da Sympla

  • Sarau afropoética, no Solar

Sarau Ocupação AfroPoética será neste sábado (18), às 11h, no Solar do Jambeiro. Foto: Divulgação

Música, dança, literatura farão parte da programação do Solar do Jambeiro, neste sábado (18), a partir das 11h, quando começa mais uma edição do Sarau Ocupação AfroPoética.

O sarau de múltiplas artes tem como intuito promover o protagonismo de artistas locais e nacionais, para celebrar o diálogo entre poesia, literatura, música, performance e artes em geral. As apresentações e intervenções são diversas e voltadas para todos os públicos.

O evento, cuja curadora é a escritora Sol de Paula, já está na sua terceira edição. Espaço de interação entre escritores, músicos, dançarinos e artistas em geral, o sarau tem como objetivo principal divulgar, promover e fomentar a arte inclusiva e libertadora. A proposta visa o fortalecimento da cultura local/nacional.

Por que vale a pena?

Além de gratuito, o evento é uma boa oportunidade de se conectar com diversas vertentes da arte, como literatura, música e performance e, sobretudo, à cultura africana. A entrada é franca.

Serviço:

Evento: Sarau Ocupação AfroPoética
Data: Sábado, 18 de março de 2023
Horário: 11h
Evento gratuito
Capacidade: 40 pessoas
Classificação: livre
Local: Solar do Jambeiro
Endereço: Rua Presidente Domiciano, 195 – Ingá, Niterói.

  • Homenagem a Malala no Paschoal Carlos Magno

Oficina Social de Teatro (OST) apresenta no sábado (18), às 17h, a peça “Tudo o que eu vou contar aqui”, no Campo de São Bento. Foto: Divulgação

A Oficina Social de Teatro (OST) apresenta no sábado (18), às 17h, a peça “Tudo o que eu vou contar aqui”. A entrada é gratuita. O espetáculo, encenado pela turma de iniciação ao teatro da OST, é inspirado na história de vida da ativista paquistanesa Malala Yousafzai, através do livro infantil “Malala, a menina que queria ir para a escola”. José Geraldo Demezio assina a direção.

Na história, um grupo de estudantes mulheres de uma escola pública, vive uma série de dramas como: problemas familiares, vida profissional e o direito de ir para a escola estudar. Repleta de poesia, a apresentação busca mostrar a força da mulher na sociedade contemporânea.

Serviço:

“Tudo o que eu vou contar aqui” – Teatro

Data: Sábado, 18 de março

Horário: 17h
Entrada gratuita (sujeito a lotação do espaço)

Local: Centro Cultural Paschoal Carlos Magno
Endereço: Rua Lopes Trovão, s/n – Campo de São Bento – Icaraí.

  • Black Charme no Teatro Popular

Black Charme está de volta a Niterói, no Teatro Popular Oscar Niemeyer. Foto: Livia Figueiredo

O Black Charme Niterói está de volta! Neste domingo (19), a partir das 15h, o Teatro Popular Oscar Niemeyer apresenta vários DJs e o melhor da black music. Essa é a segunda edição do projeto, que tem como objetivo resgatar e fortalece a cultura afro na música brasileira, incentivando a interação das pessoas e seus movimentos. A entrada é gratuita.

O evento é realizado pela Maloca Cultural e pelo Grupo Amantes da Black Music.

Por vale a pena?

Segundo a organização, o evento atrai moradores de dentro e fora de Niterói. Além disso, o evento dá protagonismo a diversos grupos e DJs da música preta.

Serviço:

Evento: Black Charme
Data: Domingo, 19 de março
Horário: 15h
Evento gratuito
Local: Teatro Popular Oscar Niemeyer
Endereço: R. Jorn. Rogério Coelho Neto, s/n – Centro, Niterói.

Classificação: livre

  • Lançamento de livro no Colabora

Autor de Niterói lança livro neste sábado (18), às 16h no Colabora Nóbrega. Foto: Divulgação

O escritor niteroiense Jordão Pablo de Pão lança, neste sábado (18), às 16h, no Colabora Nóbrega, o seu quarto livro, “Cáustico”. A obra expõe, em suas mais de cem páginas, cenas de um país cheio de controvérsias e de muitas mazelas. Do agravado índice de fome e miséria às dores da LGBTQIA+fobia, os poemas e as prosas curtas de Jordão dialogam com a realidade dos leitores.

O livro “Cáustico” cria um painel contemporâneo da sociedade brasileira, em que múltiplos sujeitos poéticos percebem e sentem as dores das violências em seu existir. Os textos se consolidam como uma espécie de manifesto à liberdade e apontam nomes importantes da história recente.

A música é o principal elemento condutor: da epígrafe de Caetano Veloso aos versos contundentes de Cazuza, a pulsante violação dos direitos básicos e o protesto constituem o Brasil que se vê na obra de Jordão Pablo de Pão.

A obra vem sob a chancela e inaugura as publicações da editora ETÉ, um projeto sob curadoria do próprio Jordão e dos também escritores A.J. Tolissano e Elis Barroso.

Por que vale a pena?

O lançamento terá microfone aberto e classificação etária livre. O Colabora é um espaço aconchegante que reúne moda, arte,  gastronomia e atividades culturais. Vale a visita. Neste sábado (18), às 19h, inclusive, a casa receberá o pianista Antônio Pantaleão, com buffet da chef Carmen e cerveja artesanal.

Pantaleão é um dos obstetras mais famosos de Niterói. Aos 82 anos, sozinho no teclado, vai tocar clássicos da MPB. A renda do couvert artístico de  R$ 20 será toda  doada para  o Lar da Beth, uma casa de acolhimento para pessoas carentes da cidade.

O Colabora Nóbrega fica na Rua Nóbrega 131, no Jardim Icaraí.

COMPARTILHE